Técnicos da seleção costumam ceder a clubes nos amistosos de novembro

A mudança no calendário da CBF, com uma Copa do Brasil disputada o ano inteiro, também torna a convocação da seleção mais complicada nesta época

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

A data Fifa de novembro normalmente é cruel com os técnicos da seleção brasileira. Dunga ter cedido e não ter chamado jogadores que atuam no Brasil para enfrentar Turquia, dia 12 de novembro, e Áustria, dia 18, não foi novidade nem mesmo para ele. Em 2009, ele evitou chamar jogadores como Adriano, então no Flamengo, e Victor, que jogava no Grêmio, para os dois últimos amistosos da temporada, contra Inglaterra e Omã, também em novembro. O Brasil já havia garantido vaga na Copa-2010, na África do Sul, e o técnico poupou os atletas na reta final daquele Campeonato Brasileiro. Em 2011, Mano Menezes, que substituiu Dunga, teve o mesmo problema, e evitou chamar jogadores que defendiam clubes brasileiros para os jogos contra Gabão e Egito. Neymar, por exemplo, ficou fora dessas partidas. Mano já havia feito isso outras duas vezes, mas em circunstâncias diferentes. Em setembro de 2010, em sua segunda convocação, ele chamou jogadores apenas para um período de treinamento em Barcelona, e só convocou "europeus". Já em fevereiro de 2011, para enfrentar a França, em Paris, ele também optou somente por atletas que atuavam fora do Brasil, alegando que os que atuavam em casa estavam em início de temporada e fisicamente muito inferior aos franceses. Técnico na Copa-2014, Luiz Felipe Scolari não precisou poupar jogadores que atuam no futebol brasileiro em sua última lista de 2013, para enfrentar Chile e Honduras. A ordem da cúpula da CBF era preparar o time o melhor possível para o Mundial. A mudança no calendário da CBF, que introduziu uma Copa do Brasil disputada o ano inteiro, com as finais em novembro, também torna a convocação da seleção nesta época do ano mais complicada, já que pode desfalcar clubes não só na reta final das Séries A e B, mas também de uma decisão importante que dá vaga para a Libertadores. Para 2015, a CBF tentou não marcar jogos durante as datas Fifa em que serão disputadas as Eliminatórias para a Copa de 2018, na Rússia, mas o período é apertado. Há jogos um dia antes da apresentação e um dia depois do final da data Fifa.

Haverá rodadas do Brasileiro também durante a Copa América, que será disputada entre junho e julho do ano que vem, no Chile.

Leia tudo sobre: treinadorescostumamcederclubesamistososeleçaonovembro