Indústria e construção são os setores que mais demitiram em setembro

No mês passado, houve uma redução de 59 mil postos de trabalho na indústria em relação ao verificado em agosto

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Apesar do recuo da taxa de desemprego, os setores da indústria e da construção civil, que já vinham com problemas devido ao arrefecimento da atividade econômica no país, foram os que mais demitiram em setembro, apontou a PME (Pesquisa Mensal do Emprego), divulgada nesta quinta (23) pelo IBGE. A taxa de desemprego recuou de 5% em agosto para 4,9% em setembro.

No mês passado, houve uma redução de 59 mil postos de trabalho na indústria em relação ao verificado em agosto. Esse volume representa uma queda de 3,5% do número de ocupados no setor, que fechou setembro com 3,4 milhões de empregados.

Na comparação com igual período do ano passado, a quantidade demissões disparou, com recuo de 6,4% da força de trabalho para 3,6 milhões de empregados.

Já na construção civil, 63 mil trabalhadores perderam seus empregos de agosto para setembro, o que levou a uma queda de 3,5% no volume de ocupados no setor, que fechou com o mês com 1,7 milhão de pessoas. Ante igual período de 2013, houve redução de 4,4% da força de trabalho.

Serviços

"Parte dos empregos da indústria e da construção foi absorvida pelo setor de serviços, que teve aumento na taxa de ocupação", explicou a técnica do IBGE Adriana Araújo Beringuy.

O setor denominado na pesquisa como "outros serviços" inclui, por exemplo, alimentação, hospedagem e transportes e foi o que absorveu a maior parte desses demitidos. De agosto para setembro, 19 mil vagas foram criadas no segmento, o que ampliou em 0,4% o volume de pessoas ocupadas.

Na comparação anual, os serviços colocaram 140 mil pessoas no mercado de trabalho em setembro, volume que representou aumento de 3,3% na taxa de ocupação do setor.

Região Metropolitana  - Taxa de desemprego (em %)

Recife - 6,70 Salvador - 10,30 Belo Horizonte - 3,80 Rio de Janeiro - 3,40 São Paulo - 4,50 Porto Alegre - 4,90

 

Regiões

O desemprego de setembro recuou, frente a agosto, em três das seis regiões metropolitanas verificadas pelo IBGE.Recife (queda de 0,4 ponto percentual), Belo Horizonte (recuo também de 0,4 p.p.) e São Paulo (-0,6 p.p.) foram as regiões que tiveram diminuição do desemprego no país. Já Salvador (1 ponto percentual), Rio de Janeiro (0,4 p.p) e Porto Alegre (0,1 p.p.) tiveram alta na taxa.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave