Três Marias corre risco de parar

iG Minas Gerais |

Três Marias é responsável por quase um terço da energia do São Francisco
CEMIG/DIVULGAÇÃO
Três Marias é responsável por quase um terço da energia do São Francisco

A usina de Três Marias, na região Central de Minas Gerias, está gerando quatro vezes menos energia do que na mesma época de 2014, segundo dados da Cemig. Com 3,59% da capacidade do reservatório, a geração está em 39,5 MW. Em outubro do ano passado, segundo relatório do Operador Nacional do Sistema (ONS), o reservatório estava com 24,86% da capacidade e gerava 168 MW.

Com capacidade total de 396 megawatts/hora (MWh), Três Marias é responsável por quase um terço de toda a geração de energia do São Francisco. Mas, nesse ritmo, a usina pode parar de gerar energia até o fim do mês, ou até o começo de novembro. Hoje ela opera com duas das sete turbinas. É o menor nível desde a inauguração, em 1962.

Segundo documento divulgado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco, entidade que monitora toda a região influenciada pelo rio, Três Marias tende a atingir o volume morto no final de outubro, mais tardar no início de novembro. “A represa ainda terá água, mas numa quantidade insuficiente para gerar energia”, explica o coordenador do comitê responsável pelo Alto São Francisco, Márcio Tadeu Pedrosa.

Neste mês, o ONS e a Agência Nacional das Águas (ANA) decidiram reduzir a vazão da represa para 140 m³/s e já se considera reduzir para 120m³/s. Pelos cálculos do ONS, Três Marias ainda teria 2% de água útil até o fim de novembro. O volume é insuficiente para abastecer todo o rio e já se fala em racionamento para o projeto de irrigação do Jaíba. (Queila Ariadne com agências)

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave