Emerson é suspenso por seis jogos após manifestação contra CBF

Atacante, que está afastado do Botafogo, acumulou as punições por protesto contra a CBF, ofensa ao árbitro e por falta violenta

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Jogador do Botafogo foi expulso e logo em seguida se dirigiu a um cinegrafista e xingou a CBF
Vitor Silva / SSPress
Jogador do Botafogo foi expulso e logo em seguida se dirigiu a um cinegrafista e xingou a CBF

Por dizer diante da câmera "CBF, você é uma vergonha", o jogador Emerson Sheik acabou punido nesta quarta-feira (22) com suspensão de uma partida após julgamento de recurso apresentado pela procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Na decisão de primeira instância, Sheik foi absolvido de supostas ofensas à CBF e recebeu suspensão de quatro jogos por ofender o árbitro da partida do Botafogo contra o Bahia, disputada no dia 17 de setembro. Afastado da equipe carioca, o jogador recebeu um total de seis suspensões nesta audiência final. Além das punições associadas à declaração contra a CBF e aos xingamentos ao árbitro, ele também foi suspenso por uma partida do Campeonato Brasileiro por ter feito uma falta violenta que provocou seu segundo cartão amarelo e resultou na sua expulsão de campo. Em uma sessão especial do STJD, realizada nesta tarde no auditório do Riocentro (zona oeste do Rio) durante a Conferência Nacional dos Advogados, Flavio Zveiter, relator do caso, salientou que a punição não estava relacionada ao conteúdo da declaração contra a CBF, mas sim a conduta imprópria do atleta durante uma partida de futebol. "O que está em discussão aqui não era o direito de livre manifestação. O que avaliamos foi a conduta do jogador naquele momento. Ele usou a câmera para tentar causar polêmica durante uma partida de futebol", disse Caio Rocha, presidente do STJD. Na mesma partida, o peruano Ramírez, do Bahia, foi expulso por acertar uma cotovelada no adversário, assim como o lateral Júlio Cesar, do Botafogo, que recebeu o cartão vermelho por reclamação, após o apito final. Em primeira instância, Ramírez foi suspenso por uma partida, enquanto Júlio Cesar foi punido por quatro jogos. Nos dois casos citados, as suspensões foram mantidas nesta audiência final do STJD.

Leia tudo sobre: emersonsheikfutebolstjdpuniçãosuspenso