Novela Jô completa uma semana sem um posicionamento da diretoria

Cúpula alvinegra ainda não divulgou o que será feito do atacante que cometeu atos de indisciplina e não aparece para treinar

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Jo of Brazil's Atletico Mineiro, right, celebrates with teammates after scoring during a Copa Libertadores game against Paraguay's Nacional in Ciudad del Este, Paraguay, Wednesday, March 12, 2014. (AP Photo/Jorge Saenz)
Associated Press
Jo of Brazil's Atletico Mineiro, right, celebrates with teammates after scoring during a Copa Libertadores game against Paraguay's Nacional in Ciudad del Este, Paraguay, Wednesday, March 12, 2014. (AP Photo/Jorge Saenz)

Há uma semana, era esperado um posicionamento da diretoria do Atlético a respeito dos incidentes envolvendo o atacante Jô. No entanto, sete dias depois, a cúpula ainda não veio a público para dar seu parecer sobre os atos de indisciplina do centroavante, que não é visto na Cidade do Galo há um bom tempo. Com isso, o mistério sobre o futuro do camisa 7 continua. Mas até quando?

No último sábado, antes da partida entre Atlético e Chapecoense, no Independência, o presidente do clube mineiro, Alexandre Kalil, disse que provavelmente a situação se resolveria na segunda-feira.

“Eu vou marcar uma reunião. Se eu não tiver nada mais importante para fazer, eu vou resolver”, declarou o mandatário, naquela ocasião. Ao que parece, o dirigente teve algo melhor a fazer, já que o imbróglio permanece. Ou, se já há uma definição, esta ainda não divulgada à Massa alvinegra.

Jô não apareceu para treinar na Cidade do Galo nos dias 10 e 11 de outubro, e não deu explicações sobre as faltas. No dia 12, o Atlético havia conquistado uma importante vitória sobre o São Paulo, por 1 a 0, no Independência, sem Jô. Na madrugada deste mesmo dia, o jogador estava na quadra da escola de samba carioca Tradição, segundo informou o jornal Extra.

No dia 14, o avante voltou a Belo Horizonte, teve uma conversa com o diretor de futebol do clube, Eduardo Maluf, na parte da manhã, na Sede de Lourdes, e outra à tarde, com Levir Culpi, na Cidade do Galo.

Maluf e Levir aguardavam o retorno de Kalil, que estava numa viagem particular, na noite daquele dia. Uma decisão seria tomada. Mas, por enquanto, nada foi divulgado à imprensa.

Depois da goleada sobre o Corinthians, por 4 a 1, na quarta-feira passada, que garantiu o Atlético nas semifinais da Copa do Brasil, Jô utilizou o Twitter para parabenizar o time. Os torcedores do Galo aproveitaram a deixa para criticar o jogador através da rede social.

Leia tudo sobre: AtleticoGaloJo