Após igualar recorde de Messi, Luiz Adriano acusa torcida de racismo

Atacante do Shaktar Donetsk afirmou que torcedores do Bate Barisov o ofenderam ao gritar frases de cunho racista, druante o jogo da Liga dos Campeões

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Luiz Adriano balançou as redes cinco vezes em goleada sobre o Bate Borisov
Twitter Oficial/Reprodução
Luiz Adriano balançou as redes cinco vezes em goleada sobre o Bate Borisov

 O atacante Luiz Adriano, que fez cinco gols pelo Shakhtar Donetsk na terça-feira (21), na goleada de 7 a 0 sobre o Bate Borisov, em Belarus, acusou a torcida adversária de gritar frases racistas direcionados a ele durante a partida válida pela Liga dos Campeões da Europa.

De acordo com o jogador, a torcida teve um comportamento inaceitável ao entoar insultos racistas. "Por isso estou chateado e indignado. Só fica mal a eles", afirmou Luiz Adriano em entrevista ao site oficial do Shakhtar Donetsk.

O atacante também reclamou das condições do gramado, que segundo ele, estava muito escorregadio.

Luiz Adriano, 27, foi revelado no Internacional e há sete anos joga na Ucrânia Na terça-feira (21), ele se igualou a Messi como o jogador que mais gols fez em uma única partida na história da fase moderna da Liga dos Campeões da Europa.

Além da marca pessoal de Luiz Adriano, a partida do Shakhtar teve recorde de gols brasileiros em um só jogo do torneio europeu.

Os sete tentos ucranianos, seis anotados no primeiro tempo, foram marcados por jogadores do país pentacampeão mundial de futebol.