Carne, luz e gás puxam prévia da inflação

IPCA-15, medido pelo IBGE, registrou alta de 0,48% em outubro

iG Minas Gerais |

RIO DE JANEIRO. A prévia da inflação oficial subiu 0,48% em outubro. Carnes, energia elétrica e gás residencial pesaram no bolso das famílias, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), que é medido pelo IBGE.

Os gastos com alimentação e habitação concentraram cerca de 60% da inflação do mês. Embora a taxa de outubro tenha vindo praticamente no piso das estimativas de analistas de mercado, não altera o cenário para a inflação, dizem analistas, que seguem projetando que o IPCA encerrará o ano próximo do limite superior da meta fixada pelo governo, de 4,5%, com dois pontos percentuais de tolerância.

No acumulado em 12 meses, o IPCA-15 registra 6,62% até o mês de outubro. O destaque foi o aumento de 2,38% nos preços das carnes, que tiveram o mais elevado impacto individual na inflação do mês. O produto representou uma contribuição de 0,06 ponto porcentual no índice.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave