Operações em favelas do Rio prendem 19 e confiscam drogas e armas

Nesta terça (21), os policiais apreenderam um fuzil, dois carregadores, munições, uma granada e fardas do Exército

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Operações policiais realizadas em quatro comunidades do Rio levaram a prisão de 19 pessoas e a apreensão de drogas e armamentos nesta terça-feira (21). Três das favelas que tiveram ação da polícia já foram pacificadas. Apenas o morro do Chapadão, que teve 13 pessoas detidas, ainda não tem UPP (Unidade da Polícia Pacificadora).

Na Ladeira dos Tabajaras, em Copacabana (zona sul), policiais civis da 12ª DP (Copacabana) prenderam quatro traficantes da durante buscas pelos criminosos envolvidos com os ataques à UPP da comunidade em setembro. Um fuzil também foi apreendido.

Apesar de contar com uma UPP instalada no local, os traficantes têm atacado policiais na comunidade. Em setembro, traficantes da Rocinha chegaram a invadir a ladeira dos Tabajaras.

A delegada Izabela Santoni destacou a integração entre a Polícia Civil e os policiais da UPP para realizar a prisão dos criminosos na favela. Além da ladeira dos Tabajaras, as operações no morro da Mangueira e da Providência também contaram com a ação conjunta de policiais civis e militares.

"A pacificação permite que ações de inteligência policial resultem em prisões. Na maioria das vezes, sem necessidade de confrontos armados. As ações integradas são a resposta da polícia para atos criminosas do tráfico. O Estado não vai recuar um milímetro nessas comunidades", disse o secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame.

Outras

No morro do Chapadão (zona norte) policiais militares do Bope (Batalhão de Operações Especiais) realizaram uma operação contra criminosos da facção Comando Vermelho. Até o início da noite, 13 pessoas haviam sido presas e três pistolas apreendidas.

A operação ocorreu em uma comunidade dominada pelo Comando Vermelho e não no morro da Pedreira, controlado pelo traficante Celso Pinheiro Pimentel, o Playboy, 32. Na segunda (20), a polícia divulgou fotos de traficantes do grupo de Playboy, divulgadas em uma rede social, com fuzis em uma piscina da vila olímpica de Honório Gurgel (zona norte).

Outra ação aconteceu no morro da Mangueira. A Divisão de Homicídios e policiais da UPP realizaram uma operação para obter informações sobre a morte de Francisco Testas Monteiro, o Tuchinha, assassinado em 4 de setembro passado. Desde então há uma disputa pelos pontos de venda de drogas na comunidade entre o Comando Vermelho e o Terceiro Comando.

Na ação desta terça, os policiais apreenderam um fuzil, dois carregadores, munições, uma granada e fardas do Exército. Também foram apreendidos 99 frascos de lança-perfume, 49 comprimidos de ecstasy, duas embalagens com pasta base de cocaína, uma prensa hidráulica, uma balança de precisão e material para endolação de entorpecentes. Um homem foi detido.

Já no morro da Providência (região central), uma operação desencadeada por policiais da 4ª DP (Praça da República), em conjunto com os PMs da UPP da comunidade, prendeu uma pessoa acusada de roubo. Foram apreendidos um artefato explosivo de fabricação caseira, 233 papelotes de cocaína, 162 pedras de crack e 40 trouxinhas de maconha, além de material para endolação de entorpecentes.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave