Manchester City abre 2 a 0, mas cede empate para o CSKA na Rússia

A partida disputada na Rússia teve os portões fechados aos torcedores devido a ofensas racistas proferidas a Yaya Touré na última temporada

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Um dos gols da equipe de Manchester foi marcado por Milner
MANCHESTER CITY/Divulgação
Um dos gols da equipe de Manchester foi marcado por Milner

O Manchester City empatou com o CSKA por 2 a 2 em Moscou, capital da Rússia, nesta terça-feira (21), em partida válida pela terceira rodada do grupo E da Liga dos Campeões da Europa. As duas equipes não estão bem na competição. Com o empate, o time inglês soma apenas dois pontos em três jogos pelo torneio. Já os russos conseguiram o primeiro ponto após três partidas. O Bayern de Munique lidera o grupo E, com seis pontos, seguido pela Roma, que possui quatro. Os dois times se enfrentam nesta terça-feira (21), às 16h45 (horário de Brasilia). A partida disputada na Rússia teve os portões fechados aos torcedores. A punição da Uefa ocorreu por conta das ofensas racistas feitas por torcedores do CSKA contra o jogador Yaya Touré, do Manchester City, na edição do ano passado do torneio. O Manchester City chegou a abrir 2 a 0 no primeiro tempo do jogo, mas não conseguiu manter o placar e sofreu o empate no segundo tempo da partida. Os brasileiros Mário Fernandes, do CSKA, e Fernando, do Manchester, tiveram atuações discretas na partida. Já Fernandinho entrou no segundo tempo no time inglês, mas pouco pode fazer para ajudar a equipe. O JOGO Durante os primeiros quinze minutos de jogo o CSKA se mostrou disposto a atacar o time inglês. Porém, o Manchester City conseguiu suportar a pressão inicial e explorar bem os contra-ataques. O primeiro gol dos ingleses foi feito pelo argentino Sérgio Agüero, aos 30 minutos. O atacante já havia marcado quatro gols na última rodada do Campeonato Inglês e confirmou a boa fase. O segundo gol inglês não demorou. Aos 37 do primeiro tempo, Agüero chutou cruzado e Milner aproveitou e marcou. O City dominava o jogo e teve diversas chances para aumentar a vantagem, mas não conseguiu. No segundo tempo o time da casa voltou melhor e pressionou. Aos 20 minutos da etapa final, Doumbia aproveitou o cruzamento e só empurrou para diminuir para o CSKA. Já aos 40 minutos, o atacante foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Natcho bateu e empatou o jogo.

Leia tudo sobre: Manchester CityInglaterraCSKARussiaracismo