Embraer mostra protótipo do maior avião cargueiro fabricado no Brasil

É a primeira apresentação pública da aeronave, que deverá ser comercializada para vários países do mundo, segundo a direção da empresa

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Presidente da Embraer Defesa
Divulgação/Embraer
Presidente da Embraer Defesa

A Embraer apresentou nesta terça-feira (21) na unidade de Gavião Peixoto (a 313 km de São Paulo) o protótipo do maior avião já fabricado no Brasil, o KC-390 -aeronave cargueira de uso militar que serve para a realização de diversas atividades, de reabastecimento em voo a resgates médicos. É a primeira apresentação pública da aeronave, que deverá ser comercializada para vários países do mundo, segundo a direção da Embraer.

A FAB (Força Aérea Brasileira) já encomendou 28 aviões, a um custo de R$ 7,2 bilhões. A primeira entrega está prevista para 2016. Há ainda intenções de compra de 32 unidades por países como Argentina, Portugal e República Tcheca -parceiros no projeto- além de Colômbia e Chile.

O presidente da Embraer Defesa & Segurança, Jackson Schneider, disse que o avião representa uma das grandes inovações da indústria aeronáutica mundial. "Vai estabelecer novos padrões em sua categoria, com o melhor custo do mercado para missões de naturezas distintas", afirmou, em discurso na fábrica da Embraer em Gavião Peixoto, na região de Ribeirão Preto (a 313 km de São Paulo).

O ministro da Defesa, Celso Amorim, que esteve presente na cidade do interior paulista, disse que a apresentação do primeiro protótipo do avião representa um momento importante para o orgulho e a autoestima dos brasileiros.

"É uma enorme satisfação e nos enche de orgulho. É um grande projeto de avanço tecnológico, que terá múltiplos propósitos, e estará presente em ações de defesa civil, salvamentos, evacuações médicas", disse, também em discurso durante a apresentação do superavião. Estiveram presentes no evento ainda comitivas e representantes de cerca de 30 países.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave