A voz da Massa

iG Minas Gerais |

Saudações alvinegras. Para o confronto de hoje com o Bahia, Levir Culpi decidiu poupar alguns jogadores. Acho justo! Alguns deles, como o matador Tardelli e o doidim Luan, vêm atuando no sacrifício – um por excesso de jogos, e outro, machucado – e precisam mesmo de uma pausa. Porém essa é uma decisão que precisa ser muito bem pensada pela comissão técnica, a fim de não atrapalhar os planos de permanência no G-4 do Brasileirão, e quem sabe até do título. Por conta do ainda grande numero de jogadores no departamento médico, o Galo não pode se dar ao luxo de abrir mão, de uma só vez, de peças importantes. Tem que ir alternando, sem mudar demais a estrutura da equipe. Felizmente, Levir tem mostrado que sabe dessas coisas. A cada jogo ele deixa claro que conhece bem o seu elenco e certamente escolherá o quem tem de melhor para vencer o Bahia.

A voz Celeste Saudações celestes, nação azul. Que o jogo contra o Vitória não seria fácil eu já sabia, mas tinha certeza que venceríamos. Todo mundo só falava das derrotas sofridas nos últimos jogos, entretanto, se esqueceram de que o Cruzeiro jogou completamente fora das suas características, sem seus jogadores de referência na criação e atuando com três volantes. Isso é um fator considerável que não levaram em conta. Olha, está claro que neste campeonato não venceremos apenas rivais dentro de campo, mas também ganharemos de outro tenebroso inimigo, ou seja, os erros grotescos de arbitragens, que vêm anulando gols importantes ou deixando de marcar pênaltis que nos dariam um total alívio no placar, evitando alguns sufocos. Fora os pontos preciosos perdidos por causa dessas falhas.Nação, é contra tudo e contra todos.

Avacoelhada O desenvolvimento de Diego estaria mais adiantado se o atleta, em período de formação, tivesse jogado mais vezes depois do Mineiro. Desde modo, poderia substituir Leandro Guerreiro contra o Oeste. O volante da base perdeu espaço para jogador menos qualificado. Thiago Santos, mesmo sem ter convencido, foi relacionado para 30 partidas e participou de 17 jogos da Série B. Andrei, bastante ineficiente nos desarmes, com muitos erros de passes e em queda livre de rendimento manteve a titularidade. Ainda assim, Fábio Caballero e Doriva também não tiveram oportunidades. Magrão e Rubens devem ser as novidades do time. A produtividade do Rubens vai depender das assistências recebidas. Além de bom finalizador, o centroavante executa bem a função de pivô para os meias e atacantes finalizarem. Bruno Sávio é opção ofensiva com Rubens.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave