Polícia identifica suspeito de ter atropelado palmeirense

André Maceno Apocalipse, de 26 anos, é membro da Torcida Jovem, a maior facção organizada do Santos

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

SÃO PAULO, SP - A Polícia Civil de São Paulo identificou nesta segunda-feira (20) o torcedor do Santos suspeito de ter atropelado o palmeirense Leonardo da Mata Santos, 21, que morreu horas antes do clássico paulista no domingo. André Maceno Apocalipse, 26, é membro da Torcida Jovem -torcida organizada do Santos- e suspeito de dirigir o Audi de placa CTB -6647, que atropelou Leonardo na rodovia Anchieta. Ele está foragido. A morte do torcedor palmeirense foi ao menos a terceira envolvendo integrantes de organizadas dos quatro grandes clubes de São Paulo neste ano. Os torcedores, presos em flagrante, vão responder por promoção de tumulto e associação criminosa. O caso ainda está sendo investigado pela polícia. O CASO A polícia trabalha com a hipótese de que integrantes da facção palmeirense Mancha Alviverde armaram, por vingança, a emboscada contra dois ônibus que levavam integrantes da Torcida Jovem, maior organizada do Santos, para a capital. O novo conflito aconteceu nos arredores do km 18 da rodovia, quando veículos da Mancha Alviverde encontraram os ônibus da Torcida Jovem. A briga se estendeu pela pista central da via. De acordo com a Polícia Militar, dois ônibus do Santos vinham sem escolta e foram surpreendidos pelos torcedores palmeirenses com enxadas, rojões e facas. Ainda segundo a polícia, a briga se espalhou pela rodovia e alguns dos envolvidos na briga foram atropelados. Um palmeirense subiu em um carro de um santista, que sacou um revólver, de acordo com a polícia, e atirou contra o torcedor, que foi levado ao hospital em estado grave.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave