Chuvas desalojam 1.600 pessoas e danificam milhares de casas no Sul

Entre quinta (16) e sexta-feira (17), três pessoas morreram na região devido aos temporais -duas no interior do Rio Grande do Sul e outra em Curitiba

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

As fortes chuvas dos últimos dias na região Sul do país danificaram quase 8.000 imóveis e deixaram mais de 1.600 pessoas desalojadas ou desabrigadas. No domingo (19), uma mulher de 29 anos morreu em Gramado, na serra gaúcha, devido à queda de uma árvore em meio a um temporal.

Entre quinta (16) e sexta-feira (17), outras três pessoas morreram na região devido aos temporais -duas no interior do RS e outra em Curitiba. No Paraná, o município de Campo Largo (região metropolitana de Curitiba) decretou situação de emergência.

Segundo a Defesa Civil do Estado, 1.655 pessoas tiveram de deixar suas casas nos últimos dias. O total de casas danificadas pelo granizo ou vendaval é de 4.200 -a maioria delas em Campo Largo.

No Rio Grande do Sul, o número de casas danificadas subiu para 3.530, segundo boletim da Defesa Civil. Trinta cidades de várias partes do Estado estão sendo monitoradas pelo órgão. O trabalho de avaliação dos danos ainda não foi concluído. Segundo o MetSul, não há previsão de novos temporais na região nesta segunda-feira (20) nem nos próximos dias.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave