Americanos lamentam desfalques, mas creem na força do grupo

Suspensos pelo terceiro cartão amarelo, o atacante Obina e o volante Leandro Guerreiro estão fora de mais um compromisso pela Série B

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Após empatar por 1 a 1 com o Paraná, no sábado, o América embarcou na manhã desta segunda-feira para o interior paulista, onde encara o Oeste, em Itápolis, nesta terça, às 19h30, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Para este duelo, o técnico Givanildo Oliveira acumula problemas, entre elas a perda do atacante Obina e também do volante Leandro Guerreiro, suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

As ausências foram lamentadas pelos jogadores americanos.  "É uma grande perda. O Obina é o nosso artilheiro, mas a gente tem provado que temos uma boa equipe e o cara que entrar vai dar conta do recado", avaliou o meia Tchô.

"O Obina é o artilheiro da nossa equipe, o ponto de referência. As equipes que nos enfrentam sempre chegam preocupadas em anular o Obina, a gente sabe da história que ele tem e o Guerreiro é o nosso capitão. São dois jogadores que vão fazer falta, mas vamos procurar apoiar quem entrar e tenho certeza que eles vão dar conta do recado", destacou o lateral-esquerdo Pablo.

Apesar das ausências, Givanildo irá contar com o retorno do lateral Gilson e espera ter Renan Oliveira à disposição. O apoiador se recupera de um edema na virilha. Com 42 pontos, o Coelho ocupa a 11ª colocação na tabela e ainda sonha com o G4. Enquanto isto, o Oeste é o primeiro time fora da zona de rebaixamento (16º lugar), com 35 pontos.  

Leia tudo sobre: futebol nacionalaméricacoelhocampeonato brasileiro