Galo deve pedir dispensa de Tardelli da seleção, diz Levir

Treinador afirmou após vitória sobre Chapecoense que a CBF tem que ter bom senso e não deve convocar jogadores dos clubes que disputam títulos nesta reta final de 2014

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Diego Tardelli Martins / Nascimento: 10/05/1985 / 36 jogos na temporada / Gols: 9 / Passes certos: 1096 / Finalizações certas: 32 / Cartões amarelos: 4 / Cartões vermelhos: 0
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Diego Tardelli Martins / Nascimento: 10/05/1985 / 36 jogos na temporada / Gols: 9 / Passes certos: 1096 / Finalizações certas: 32 / Cartões amarelos: 4 / Cartões vermelhos: 0

O Atlético está prestes a disputar as semifinais da Copa do Brasil e, ao mesmo tempo, luta para se manter no G4 do Campeonato Brasileiro e conquistar uma vaga na Libertadores do próximo ano. Para conseguir alcançar os seus objetivos nas duas competições, o Galo espera contar com o de melhor em campo, o que inclui a presença do atacante Diego Tardelli, principal destaque do clube na temporada.

O problema é que o jogador poderá desfalcar a equipe novamente, caso seja convocado pelo técnico Dunga para defender a seleção nos amistosos de novembro, com a Turquia e a Áustria. Nesta quinta-feira, o comandante da equipe brasileira vai divulgar a lista dos escolhidos e é bem provável que Tardelli seja chamado.

Prevendo a possível convocação do atacante, o técnico Levir Culpi afirmou que já planeja pedir a dispensa de Tardelli dos próximos compromissos da seleção.

“Mas é claro, se houver essa possibilidade, com certeza (vamos pedir a liberação de Tardelli). É até uma questão de bom senso. E se coincidir a data, aí eles têm que ter um bom senso também em saber que não vai prejudicar as equipes. De repente, os semifinalistas ali (Copa do Brasil), eles não vão convocar ninguém dos jogos, alguma coisa nesse sentido, que pode beneficiar todo mundo. É uma questão de bom senso. Acho que eles devem atuar desta maneira”, afirmou o técnico do Galo.

Levir também fez críticas ao atual calendário brasileiro. Para o comandante do Galo, a CBF deveria adotar o estilo europeu e não marcar jogos dos campeonatos nacionais na mesma época das datas Fifa.

“Realmente quase todos os outros países mantêm isso, a data Fifa é reservada, não tem jogos, e aqui a gente também pode mudar isso, tem que mudar. Agora nós vamos jogar uma semifinal de Copa do Brasil e são jogos dificílimos, e aí você perde mais dois ou três jogadores ainda, normalmente são jogadores de seleção, isso pesa para muitas equipes. Algumas podem perdem dois ou três jogadores que são fundamentais em jogos decisivos, e isso é algo que tem que ser repensado para a próxima temporada”, concluiu o treinador.

Se for chamado, Tardelli desfalcará o Galo a partir da segunda semana de novembro, já que a seleção vai enfrentar a Turquia no dia 12 e a Áustria no dia 18. As datas coincidem com os jogos do Atlético contra o Figueirense e Flamengo, pela 34ª e 35ª rodada do Brasileirão e uma eventual final da Copa do Brasil, caso o time mineiro avance na competição.