“Atuar é uma vocação que me foi dada”

Aos 85 anos, atriz é considerada a dama do teatro e da televisão brasileira

iG Minas Gerais |

Fernanda completou 70 anos de uma brilhante carreira artística
TV Globo/Divulgação
Fernanda completou 70 anos de uma brilhante carreira artística

São Paulo. “Acho que tem uma criança dentro de mim ainda. Ela me faz acordar e ficar de pé para ver o dia bonito que está lá fora”. É assim que Arlette Pinheiro Monteiro Torres, que inventou para si o pseudônimo Fernanda Montenegro, encara a vida aos 85 anos, completados na última quinta-feira.

Criada pela mãe dona de casa e o pai operário, ela recebe com surpresa o título de grande dama do teatro e da TV brasileira, conquistado ao longo dos seus 70 anos de carreira. “Atuar é uma vocação que me foi dada pela vida, fui estimulada por ela. Não sou de família de artistas e, às vezes, parece que tudo isso que está à minha volta é para outra pessoa”, comenta ela, revelando que só teve certeza da vocação em 1953, no primeiro ano de casamento com o companheiro de vida, Fernando Torres (1927-2008).

Lembrando momentos de luta pela sobrevivência do teatro, Fernanda diz que passou por provas difíceis entre os anos 1950 e 1970. “Lutávamos por liberdade de expressão. No Brasil, o artista ainda é depreciado. Ainda mais no teatro”, conta. “Hoje tudo fica facilitado quando vai para a indústria da imagem. Tudo o que eu tenho – e que me formou – foi o teatro que me deu”, fala.

Nas novelas, Fernanda Montenegro também cravou seu espaço. São dela personagens inesquecíveis como a Charlô, de “Guerra dos Sexos” (Globo, 1983), e a trambiqueira Naná, de “Cambalacho” (Globo, 1986). Na memória da atriz figuram duas outras importantes personagens, que ela jura não serem vilãs: Chica Newman, de “Brilhante” (Globo, 1981), e Bia Falcão, de “Belíssima” (Globo, 2005). “Nunca fiz uma grande vilã. A Chica era uma bandida, mas era apaixonada pelo motorista. E a Bia não era má, era apenas ambiciosa, dominadora, e lutava pela empresa que criou”, diz a atriz.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave