Herói da resistência

Em “Vitória”, trama de Cristianne Fridman, personagem de Gustavo Leão tenta combater o neonazismo

iG Minas Gerais | raquel rodrigues |

Talento. Para Gustavo, voltar a trabalhar com Juliana Silveira é uma alegria e responsabilidade
Jorge Rodrigues Jorge/CZN
Talento. Para Gustavo, voltar a trabalhar com Juliana Silveira é uma alegria e responsabilidade

Gustavo Leão está feliz por voltar às novelas. Contratado pela Record desde 2012, o ator já integrou o elenco de duas produções bíblicas da emissora, “José do Egito” e “Milagres de Jesus”, e fez uma participação no primeiro capítulo de “Pecado Mortal”. Entretanto, apenas em “Vitória”, foi escalado para participar do início ao fim da trama. No folhetim de Cristianne Fridman, ele vive o jovem Quim, que se envolve com o neonazismo. A sensação de descobrir aos poucos qual o caminho de seu personagem é o tipo de coisa que o ator sentia falta nos trabalhos anteriores. “Voltei a sentir aquele frio na barriga”, revela Gustavo, que não imaginava de que forma Quim se envolveria com o grupo neonazista. E gostou do fato de a autora optar por colocá-lo na posição de justiceiro. “Foi bom, pois ele não se converteu ao neonazismo. Meu personagem está engajado em colocar a Priscila e o Paulão na cadeia”, diz o ator, referindo-se aos papéis de Juliana Silveira e Marcos Pitombo.

Para Gustavo, é interessante explorar o neonazismo como um alerta, pois a intolerância está presente na sociedade de diversas formas. “A gente pode ver casos recentes de racismo no futebol, como o do goleiro Aranha, do Santos. As pessoas precisam entender que isso não sumiu”, enfatiza. Na trama, Quim quer por fim nas maldades da vilã neonazista Priscila. Inclusive, esta não é a primeira vez que Gustavo e Juliana se encontram em cena. Em sua estreia na TV, em “Floribella”, ele contracenou com a atriz e conta que é um prazer trabalhar ao lado dela novamente. “É uma responsabilidade, pois a Juliana é uma das profissionais mais talentosas com quem já contracenei”, derrama-se.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave