Até o Natal vai ser ‘mais magro’

CDL não está tão otimista nem para a data mais importante do ano; até contratações foram adiadas

iG Minas Gerais | da redação |

Menos. Vendas de fim de ano não  devem ser negativas, mas vão avançar menos, segundo a CDL/BH
ALEX DE JESUS/O TEMPO
Menos. Vendas de fim de ano não devem ser negativas, mas vão avançar menos, segundo a CDL/BH

Com o menor desempenho dos últimos cinco anos, o comércio varejista de Belo Horizonte deve crescer menos também no Natal deste ano, segundo previsão da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH). “As vendas não devem ser negativas, mas sim avançar menos em relação aos anos anteriores”, diz a economista da entidade, Ana Paula Bastos. O mesmo aconteceu nas outras datas importantes para o varejo. Em maio, no mês do Dia das Mães, as vendas cresceram 0,38%; em junho, com o Dia dos Namorados, 0,18%, e, em agosto, de Dia dos Pais, subiram 0,81% – números menores do que o registrado nos últimos anos. Enquanto em 2013 de janeiro a agosto o comércio cresceu 3,49%, nos 12 meses deste ano o avanço deve ser de até 2,5%. Para reverter o quadro e ganhar na data, a economista recomenda aos comerciantes apostar na fidelização dos clientes. “Oferecer um serviço diferenciado e, se possível, investir em promoções são algumas dicas”, afirma a economista. Nas lojas Hering Kids, dos shoppings Del Rey e ItaúPower, além das promoções, a proprietária Impéria Maria de Queiroz investiu no estoque e na contratação de funcionários temporários, que deve começar de novembro para dezembro, para dar conta do fluxo maior de consumidores. “As expectativas são as melhores possíveis, estou apostando muito”, diz. Segundo ela, apesar de um Dia das Crianças razoável e um ano de instabilidade para o comércio, o Natal é uma data diferente. “A gente espera que as vendas sejam duas vezes maiores do que a média do ano. Natal é Natal, estamos muito animados”, afirma. Devagar. Conforme apontado pela CDL/ BH, a contratação de temporários neste ano vai acontecer mais tarde. “Geralmente começa no final de setembro e início de outubro, mas desta vez deve ficar para novembro”, diz Ana Paula. Na loja Taco, do Boulevard Shopping, os currículos dos interessados em trabalhar durante o Natal já estão sendo recebidos. “A equipe é duplicada no período, vamos contratar cerca de dez pessoas”, afirma o gerente do local, Ivan Souza. A previsão é que as vendas também sejam maiores neste Natal, em comparação com o de 2013, com a ajuda de promoções. “Temos sempre uma expectativa muito grande em relação a dezembro”, diz Souza.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave