Cidade terá somente uma ação fixa por dia

Silva explicou que parte do efetivo policial que realizava as ações da Lei Seca foi transferida para atuar no novo modelo, para que a fiscalização seja mais eficiente

iG Minas Gerais | Camila Bastos |

A realização das blitze itinerantes vai diminuir o número de operações fixas feitas na capital, como afirmou o secretário adjunto de Defesa Social, Robson Lucas Silva. Ele explicou que as equipes empregadas em ações fixas precisarão ser remanejadas para as flutuantes. O secretário destacou, no entanto, que as abordagens já realizadas em pontos fixos da cidade vão continuar acontecendo.  

No fim de setembro, a reportagem de O TEMPO mostrou que, em média, apenas quatro blitze acontecem diariamente em Belo Horizonte. Conforme o secretário, a partir de agora, apenas uma blitz fixa será realizada por dia.

Silva explicou que parte do efetivo policial que realizava as ações da Lei Seca foi transferida para atuar no novo modelo, para que a fiscalização seja mais eficiente. “As pessoas usam as redes sociais para avisar os locais das blitze, e por isso resolvemos implantar uma fiscalização mais ampla”, disse, ressaltando que a intenção é ampliar o número de equipes de fiscalização.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave