Fim de lixão depende de Senado

O fim dos lixões foi estabelecido na Política Nacional de Resíduos Sólidos, estabelecida em 2010, com entrada em vigor prevista para 2014

iG Minas Gerais | Bárbara Ferreira |

A prorrogação do prazo para que os municípios eliminem os seus lixões, aprovada na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), ainda aguarda avaliação no Senado. O prazo para a extinção dos depósitos de lixo havia terminado em 2 de agosto, mas foi adiado conforme prevê a Medida Provisória 651, aprovada na última terça-feira.  

O fim dos lixões foi estabelecido na Política Nacional de Resíduos Sólidos, estabelecida em 2010, com entrada em vigor prevista para 2014. A lei prevê que as cidades aterrem apenas rejeitos e implantem a coleta seletiva. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave