Minas bate UFJF de virada e é o primeiro garantido na final

Time de Nery Tambeiro suou para vencer clube da Zona da Mata, mas fez dever de casa e confirmou favoritismo

iG Minas Gerais | Diego Costa |

A primeira vaga para a decisão do Campeonato Mineiro é do Minas Tênis Clube. Nesta noite, no Ginásio do Riacho, em Contagem, a equipe da capital teve de suar para bater a UFJF, de virada, por 3 sets a 1 (26/28, 25/18, 27/25 e 25/15). Assim, confirmou o favoritismo dos minastenistas, que haviam terminado a primeira fase na vice-liderança.

O técnico do Minas, Nery Tambeiro, afirmou que o time começou nervoso, mas conseguiu se acertar.

“A equipe entrou muito nervosa. É um time jovem e sentiu o peso da primeira semifinal. Essa evolução me deixou satisfeito. A partir dai, entramos no jogo. Consegui utilizar todos os jogadores também, mostrando a força do elenco”, comentou Nery Tambeiro.

Na decisão, este sábado às 16h, também em Contagem, o Minas enfrenta o vencedor de Sada Cruzeiro e Montes Claros. As duas equipes se enfrentaram também no Ginásio do Riacho. Até o fechamento desta edição, a partida ainda não havia terminado.

A UFJF começou muito forte no jogo. De cara, conseguiram um ace com o cubano Manius logo no primeiro saque deles na partida. O fundamento, aliás, foi um dos pontos favoráveis do time de Chiquita no primeiro set. Outro ace, com Rodrigo, deixou o treinador minastenista Nery Tambeiro revoltado. Foi então que promoveu importantes mudanças, como a entrada do cubano Yadrian Escobar, ao lado de Felipe e Flávio. Após abrir uma vantagem de cinco pontos, 21 a 16, a UFJF viu o Minas virar o set. Mesmo assim, havia tempo para outra reviravolta, e o clube de Juiz de Fora fechou em 28 a 26.

Na segunda parcial, o time da capital entrou mais ligado, enquanto a UFJF manteve o bom nível. Mas o saque já não entrava tanto, e o levantador Felipe teve a bola na mão para distribuir melhor o jogo. O bloqueio minastenista também se mostrou mais eficiente. Chiquita ainda tentou reverter a situação, mas viu o Minas fechar o set em 25 a 18.

A bola não caía com facilidade no terceiro set. O bloqueio das duas equipes melhorou, deixando a disputa ainda mais acirrada. A sequência de erros do Minas no ataque, sobretudo com o central Otávio, deu pequena vantagem à UFJF. Os minastenistas contou com as orientações e distribuições do experiente Everaldo para vencer o set por 27 a 25.

Todo o equilíbrio visto nos sets anteriores se esvaiu na quarta etapa. Os minastenistas entraram dispostos a vencer a parcial e o jogo. Com maior apetite, se aproveitaram dos erros da UFJF, apostaram no saque viagem e deram trabalho à recepção do time de Juiz de Fora. Com ritmo mais intenso venceram com certa tranquilidade por 25 a 15.  

Leia tudo sobre: minasvôleiufjfsemifinalmineiroriachocontagemvaganery tambeirobloqueiochiquita