Raikkonen não fala em aposentaria e deve renovar com Ferrari

Aos 35 anos, piloto finlandês pretende permanecer na Fórmula 1 até 2016

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Raikkonen foi campeão da Fórmula 1 em 2007, defendendo a Ferrari
Reprodução/Ferrari
Raikkonen foi campeão da Fórmula 1 em 2007, defendendo a Ferrari

Na atual temporada, o finlandês Kimi Raikkonen tem encontrado muitas dificuldades ao pilotar o carro da Ferrari e o seu desempenho na Fórmula 1 inconstante. Ao longo de 2014, o piloto somou 47 pontos e não conquistou nenhum pódio, estando em 12º lugar no Mundial de Pilotos.

Com os resultados pouco expressivos após 16 corridas, Kimi, que tem 35 anos – sendo o piloto mais velho da atual temporada - poderia resolver se aposentar da categoria no próximo ano. Mas ao contrário disso, a tendência de Raikkonen é prolongar o seu compromisso com os italianos para até 2016.

“Tenho contrato para o ano que vem e provavelmente por mais um ano. Mas não sou mais um garotinho. Quero fazer algo na minha vida além da Fórmula 1. Terminarei minha carreira na Ferrari. Nunca perdi a paixão. Vou parar no dia em que sentir que não aproveito mais", disse o piloto à rede de TV americana, CNN.

Se permanecer no Fórmula 1 em 2015, o campeão do mundo em 2007 provavelmente terá como companheiro o alemão Sebastian Vettel, atual Red Bull Racing (RBR), já que Fernando Alonso deve se mudar para a McLaren. Kimi se sente confortável com a possibildiade.

"O cara com quem eu mais tenho a ver fora das pistas é Vettel. O resto, não vejo como amigos. Eu corro contra eles. Ele é um cara normal, um relacionamento fácil", revelou Raikkonen.

Caso decida encerrar a sua carreira na F1, o finlandês pode se aventurar por outras categorias do automobilismo. O piloto disputou entre 2010 e 2011 o Mundial de Rali, e a Nascar, admitindo que um dia poderá voltar a correr nessas categorias.

"Eu realmente gosto dessa coisa de Nascar. É algo completamente diferente e divertido. Foi uma boa experiência. Espero poder fazer mais (corridas) um dia. Eu disse que gostaria de fazer também mais ralis no futuro", concluiu Raikkonen.

Leia tudo sobre: kimi raikkonenformula 1ferrarinascaraposentadoriasebastian vettel