Chuva forte deixa dois mortos e desabrigados no Rio Grande do Sul

Em todo o Estado são mais de 1.600 imóveis danificados por destelhamentos; o governo local distribui lonas de plástico para moradores afetados e está contabilizando os prejuízos

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Uma forte chuva provocou mortes no Rio Grande do Sul e causou estragos em várias partes do Estado nesta sexta-feira (17). Os temporais começaram na madrugada de quinta (16). No município de Sertão (a 325 km de Porto Alegre), uma mulher de 74 anos morreu após ser atingida por estilhaços de telha e por um portão da casa onde morava.

Em Canguçu (a 269 km da capital), uma menina de 12 anos morreu devido à queda de um raio. Segundo a Defesa Civil, 155 pessoas tiveram que deixar suas casas em Eldorado do Sul, na região metropolitana, devido à queda de granizo. No município, o temporal causou danos em cerca de 700 casas. Em todo o Estado são mais de 1.600 imóveis danificados por destelhamentos. O governo local distribui lonas de plástico para moradores afetados e está contabilizando os prejuízos.

Entre quinta e sexta, a chuva acumulada na região central de Porto Alegre atingiu o volume esperado para todo o mês de outubro, segundo o serviço Metroclima, da prefeitura.

Na capital gaúcha, os temporais causaram dezenas de quedas de árvores e pontos de alagamento. Pelo Estado, no início da tarde de quinta (16), havia pelo menos 22 mil imóveis sem luz, de acordo com a concessionária RGE, que atende a maioria dos municípios do interior.

Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), há possibilidade de mais temporais e de queda de granizo até o próximo domingo no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave