Quatro suspeitos de praticar arrastão em culto religioso são presos

Por volta das 23h, os criminosos roubaram pessoas que participavam de um culto evangélico; eles roubaram celulares, relógios, bolsas e carteiras de ao menos 15 pessoas

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Três homens foram presos e um adolescente apreendido suspeitos de fazer um arrastão em um culto evangélico, na Vila Magini, em Mauá (Grande São Paulo), na noite de quinta-feira (16).

Por volta das 23h, os criminosos roubaram pessoas que participavam de um culto na rua Eucalipto. Eles roubaram celulares, relógios, bolsas e carteiras de ao menos 15 pessoas.

Dois guardas municipais que participavam do culto religioso conseguiram apreender um adolescente que participou do arrastão.

O adolescente disse aos guardas municipais o local onde estavam os outros três suspeitos que participaram do arrastão. Eles foram presos na rua Cidade de Mauá, que faz limite com São Paulo. Com os suspeitos, foi apreendido um revólver calibre 32.

Segundo a Guarda Civil Municipal, antes de fazer o arrastão os criminosos tentaram roubar um EcoSport na rua da Pátria. O motorista se assustou, acelerou e acabou baleado pelos bandidos. O homem foi levado ao Hospital Nardini, onde permanece em observação e não corre risco de morte.

Na fuga, os criminosos roubaram a bolsa e o celular de uma mulher que caminhava pela rua. Eles também tentaram novamente roubar um carro, mas o motorista conseguiu fugir.

Os suspeitos presos foram levados ao 1º Distrito Policial de Mauá, onde disseram que os objetos roubados estavam com um quinto suspeito que fugiu.

Leia tudo sobre: CrimeArrastãoIgrejaMauáBrasilSuspeitosPrisãoSão PauloCultoEvangélicos