Apple reduz preços de iPad no Brasil após lançamentos

Processamento é mais rápido, e câmera é de 8 megapixels

iG Minas Gerais |

Dia de gala. O chefão da Apple, Tim Cook, apresentou o iPad Air 2, que recebeu melhorias internas
Marcio Jose Sanchez/ASSOCIATED PRESS
Dia de gala. O chefão da Apple, Tim Cook, apresentou o iPad Air 2, que recebeu melhorias internas

SÃO PAULO. A Apple reduziu em R$ 150 o valor do modelo básico do tablet iPad Air (o modelo maior, com tela de 9,7 polegadas) e em R$ 100 o do iPad mini 2 após o anúncio dos sucessores desses aparelhos, lançados nesta quinta nos Estados Unidos. Modelos com capacidade de 64 GB deixaram de ser vendidos. A empresa não mencionou quando ou se o Brasil receberá os novos aparelhos.  

A nova geração do iPad é composta por dois aparelhos: o iPad Air 2 e o iPad mini 3. O iPad Air 2 conseguiu ficar ainda mais fino do que seu sucessor, atingindo a marca de 6,1 milímetros de espessura. A redução foi de 18%.

Internamente, o aparelho recebeu melhorias. A tela, de 9,7 polegadas, recebeu um tratamento que reduz os reflexos em 56%, segundo a empresa. O processador é o A8X, segunda geração dos chips de 64 bits da Apple, leva 3 bilhões de transistores e é 40% mais rápido que o seu antecessor.

Para reforçar o salto tecnológico que a companhia deu desde o lançamento do iPad original, a Apple fez comparações entre sua primeira prancheta e o iPad Air 2. O processamento é 12 vezes maior, e a renderização de gráficos cresceu 180 vezes. Mesmo assim, a Apple promete que a bateria entrega 10 horas de funcionamento. Maldição na maioria dos tablets, a câmera do iPad também tornou-se foco da companhia: 8 megapixels e vídeos em 1.080p.

Identificação digital. A Apple falou pouco do iPad mini 3, mas os dois modelos receberam o leitor digital, como o apresentado pelo iPhone 5S, no ano passado. Uma nova cor também foi apresentada para a prancheta: o dourado. Os preços do iPad Air 2 serão US$ 499 (16 GB), US$ 599 (64 GB) e US$ 699 (128 GB) nos Estados Unidos. O iPad mini 3 custará a partir de US$ 529 (16 GB).

Novo iMac custa a partir de R$ 14 mil SÃO PAULO. Depois de iPhone, iPad e MacBook Pro, foi a vez do computador pessoal iMac ganhar uma tela Retina. A tela terá 5.210 pixels x 2.880 pixels – uma TV Full HD tem 1.920 x 1.080 pixels. A tela, batizada de Retina 5K, estará apenas no monitor de 27 polegadas. A espessura é de 5 mm. O iMac custará US$ 2.499 nos EUA, incluindo processador Core i5 (da Intel) de 3,5 GHz, 8 gigabytes de memória e armazenamento de 1 terabyte. No Brasil, o iMac com tela Retina 5K custará a partir de R$ 14 mil.

Novos preços

iPad Air, 16 GB, Wi-Fi:

de R$ 1.749 por R$ 1.599

iPad Air, 32 GB, Wi-Fi: deR$1.999 por R$ 1.799

iPad Air, 64 GB, Wi-Fi: eraR$ 2.249 e foi descontinuado

iPad Air, 16 GB, Wi-Fi e 3G:

de R$ 2.049 por R$ 1.999

iPad Air, 32 GB, Wi-Fi e 3G:

de R$ 2.299 por R$ 2.199

iPad Air, 64 GB, Wi-Fi e 3G:

R$ 2.499, foi descontinuado

iPad mini 2, 16 GB, Wi-Fi:

de R$ 1.499 por R$ 1.399

iPad mini 2, 32 GB, Wi-Fi:

de R$ 1.749 por R$ 1.549

iPad mini 2, 64 GB, Wi-Fi:

R$ 1.999, foi descontinuado

iPad mini 2, 16 GB, wi-fi e 3G: R$ 1.799 (mantido)

iPad mini 2, 32 GB, Wi-Fi, 3G de R$ 2.049 por R$ 1.949

Fonte: Apple

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave