Prefeitura de Barroso decreta situação de emergência em função da seca

Ao menos quatro cidades do interior de Minas decretaram desde o início do mês situação de emergência em função da longa estiagem

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A prefeitura de Barroso, cidade da região Central do Estado, decretou nesta quinta-feira (15) situação de emergência em função da seca. Conforme decreto assinado pela prefeita Eika Oka de Melo, a medida foi tomada em função dos problemas enfrentados pela Copasa - empresa responsável pelo abastecimento da cidade - na distribuição da água para a população barrosense.

Essa foi a primeira medida tomada pela administração da cidade, que informou que na captação do Córrego Cangalheiros, a vazão, que em tempos normais é de 45 litros por segundo, não passa dos três.A prefeitura ainda estuda outras medidas para minimizar os efeitos da seca.

Ao menos quatro cidades do interior de Minas decretaram desde o início do mês situação de emergência em função da longa estiagem.

Alguns municípios, tomaram medidas mais drásticas em função da seca. Caeté e Formiga, localizadas na região Central do Estado, proibiram a lavação de carros e calçadas. Além disso, o fornecimento de água em Caeté será interrompido diariamente entre 10h de 20h. 

Em Formiga, as aulas da rede municipal serão interrompidas na próxima segunda-feira (20), por tempo indeterminado. A medida anunciada nesta quinta foi adotada com o objetivo de minimizar os impactos causados pela estiagem. 

Leia tudo sobre: Estiagem; Água; Seca