Aulas na rede municipal de Formiga serão suspensas por falta de água

Nessa quarta-feira (15), o município decretou estado de calamidade pública em função da seca que judia da cidade

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

As aulas das escolas municipais do município de Formiga, na região Central de Minas Gerais, serão suspensas a partir da próxima segunda-feira (20). A decisão, anunciada nesta quinta-feira (16) pela prefeitura da cidade, faz parte de um conjunto de medidas desenvolvidas para tentar diminuir o impacto da falta de água na região.

Conforme informações da Prefeitura de Formiga, a suspensão das atividades letivas na rede municipal foi tomada na manhã desta terça durante reunião entre o prefeito Moacir Ribeiro e representantes da Secretaria Municipal de Educação e da Inspetoria de Ensino. Já a suspensão das aulas da rede estadual, está sendo estudada pela Superintendência Regional de Ensino. 

A prefeitura informou ainda que o funcionamento das creches municipais não sofrerá alteração.

Nessa quarta-feira (15),  o município decretou estado de calamidade pública em função da seca que judia da cidade. Além disso, a prefeitura proibiu a lavação de veículos na cidade, tanto em lava-jatos quanto nas ruas.

Poço da Santa Rita

O Saae restaurou o poço artesiano localizado na antiga Indústria Santa Rita, localizada às margens da MG-050. O poço tem uma vazão alta para a região de Formiga, com 30 mil litros de água por hora. Todos os caminhões-pipa da autarquia passam agora a ser abastecidos nesse local. Com isso, mais água será destinada à rede de distribuição. “Continuamos em situação crítica. O poço na Santa Rita ajudará, mas não resolve o problema. Precisamos continuar contando com a contribuição de todos”, comentou o diretor do Saae, Ney Araújo.

A população também poderá ir buscar água nesse poço. Funcionários ficarão no local para fazer o fornecimento durante o dia. O Saae não permitirá que essa água seja usada para fins comerciais.

A perfuração de pelo menos quatro poços artesianos na cidade prossegue. A vazão do poço feito no Jardim das Acácias surpreendeu e chegou a 30 mil litros por hora também. Essa água será interligada à rede para abastecer a região do Bairro Nossa Senhora de Lourdes, uma das mais prejudicadas pela atual situação.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave