Dissidentes do PSB baiano selam apoio a Dilma Rousseff em Salvador

A principal estrela do ato foi a senadora Lídice da Mata (PSB), derrotada pelo candidato petista Rui Costa na disputa pelo governo da Bahia

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

 Num ato promovido pelo PT da Bahia, a candidatura à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) recebeu apoio de dissidentes do PSB e do PV --partidos que nacionalmente selaram uma aliança com Aécio Neves (PSDB) no segundo turno.

Capitaneado pelo governador da Bahia, Jaques Wagner, e pelo governador eleito, Rui Costa, o evento teve como objetivo mobilizar a militância para ampliar a frente da presidente na Bahia, que teve 61% dos votos no Estado no primeiro turno.

A principal estrela do ato foi a senadora Lídice da Mata (PSB), derrotada pelo próprio Costa na disputa pelo governo da Bahia.

À reportagem ela considerou como "natural" seu apoio à petista e disse que vai participar atos em favor da presidente Dilma.

"Não manifestei meu apoio para ficar em casa. Estou engajada pela reeleição da presidente", afirmou a parlamentar.

O PSB nacional aprovou na semana passada o apoio a Aécio, mas deixou espaço para que fossem "ressalvadas as realidades dos Estados".

A Bahia é o único Estado sem segundo turno onde o PSB está com Dilma. A petista também recebeu o apoio dos diretórios do Acre, Amapá e Paraíba --onde PT e PSB estão na mesma chapa nas disputas estaduais.

Lídice ainda afirmou que não conversou com membros da executiva do PSB após anunciar apoio à Dilma, mas diz que o partido "entenderá" a posição por seu histórico de combate aos aliados de Aécio na Bahia, como o prefeito ACM Neto (DEM).

A posição da senadora, contudo, não é unânime no partido. Derrotada na disputa pelo Senado, a ex-corregedora do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) Eliana Calmon (PSB) participou nesta semana de ato de apoio a Aécio no interior da Bahia

Este foi o primeiro encontro público entre a senadora e o governador eleito petista, que durante a campanha chegou a ser chamado de "inimigo número um dos servidores" pela pessebista.

A senadora, contudo, refutou que o apoio a Dilma significará uma reaproximação com o PT da Bahia. O PSB da Bahia elegeu dois deputados estaduais e um federal.

"Manteremos nossa independência". No evento, ela e Costa trocaram um abraço.

VERDES E PSOL

A campanha da presidente Dilma também recebeu o apoio do deputado estadual Marquinho Viana (PV). A posição do parlamentar, contudo, foi considerada natural já que ele sempre fez parte da base do governador Jaques Wagner.

O PV, que disputou o primeiro turno com Eduardo Jorge, apoia agora a candidatura de Aécio Neves. Membro do PSOL da Bahia, Franklin Oliveira também declarou apoio à petista. Nacionalmente, o partido pregou voto nulo, mas desaconselhou o voto no tucano.

O ato ainda teve a participação de dois prefeitos do PMDB e PTN, partidos que na Bahia marcharam com a oposição.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave