Muricy diz que vitória dá moral para o São Paulo no Brasileiro

Treinador elogiou a postura dos jogadores contra o Huachipato e acredita que o Tricolor Paulista ainda está na briga pelo título do Campeonato Brasileiro

iG Minas Gerais | FOLHA PRESS |

Para Muricy Ramalho, São Paulo não merecia tanto a classificação para a final
RUBENS CHIRI/ SAOPAULOFC.NET
Para Muricy Ramalho, São Paulo não merecia tanto a classificação para a final

Após perder para o Atlético no domingo (12), pelo Campeonato Brasileiro, o São Paulo conquistou uma vaga nas quartas de final da Copa Sul-Americana ao vencer o Huachipato por 3 a 2, na quarta-feira (15).

Na opinião de Muricy Ramalho, o resultado em Talcahuano, no Chile, também foi importante para impulsionar o time na competição nacional. Com 49 pontos, os são-paulinos ocupam a terceira colocação da tabela, a sete pontos do líder Cruzeiro.

"Hoje é um dia que a gente sai satisfeito. A vitória nos dá moral para voltar a lutar no Brasileiro. São dois torneios importantes, mas o aspecto físico atrapalha", disse o técnico em entrevista coletiva ao término da partida.

O comandante tricolor ainda elogiou a postura dos atletas, que tiveram de correr dobrado depois da expulsão injusta de Denilson, aos 36 min do primeiro tempo. O volante tinha cartão amarelo, fez uma falta normal em Arrué e acabou recebendo o vermelho.

"Os jogadores estão de parabéns. Jogar com dez homens em dois confrontos decisivos é dificílimo. Na Sul-Americana a gente vê voadora, soco, coisa muito pior. Não dá para esperar coisa diferente da Conmebol. Não jogamos nem a moeda, o juiz [o paraguaio Antonio Arias] é tão prepotente que ele decidiu os lados que os times jogariam", reclamou o treinador.

No duelo de ida, Luis Fabiano havia sido expulso também no primeiro tempo, em um lance envolvendo o mesmo jogador. A expulsão rendeu ao atacante uma punição três jogos de suspensão.

O São Paulo enfrenta nas quartas de final o Emelec, que venceu o Goiás nos pênaltis nesta quarta.