Histórias reais inspiram longa sobre a periferia

iG Minas Gerais |


Filme defende arte, educação e cultura como antídotos ao crime
Downtown
Filme defende arte, educação e cultura como antídotos ao crime

Estreia hoje, em mais de 200 salas por todo o Brasil, o filme “Na Quebrada”, de Fernando Grostein Andrade, com dramas de cinco jovens da periferia de São Paulo. O longa é uma ficção baseada em fatos reais, já que as histórias são fruto de uma ampla pesquisa realizada entre moradores da capital paulista.são paulo.

“Por meio do Instituto Criar, selecionamos cinco histórias reais que aconteceram com os garotos. Foram três meses para escolher as melhores dentro de mais de 1.500 relatos. A mensagem que o filme deseja passar é a de que há um papel muito importante na arte, na educação e na cultura para que algumas pessoas não se percam no mundo do crime”, comenta o diretor, irmão do apresentador Luciano Huck, produtor no filme.

Na trama, os cinco têm suas histórias de drama e sofrimento cruzadas, e o cinema acaba se tornando um caminho para eles. Dois jovens são vividos por Jorge Dias, 18, e Domênica Dias, 15, que estreiam na dramaturgia. Ambos são filhos do rapper Mano Brown. A atriz, que interpreta Mônica, uma menina que não se dá bem com a família, explica um pouco sobre a sua personagem.

“A mensagem mais legal dela é que nós devemos ter orgulho da nossa história e não colocar barreiras em nossas metas”, revela. Ela se diz encantada com o cinema e afirma que quer seguir carreira. “O filme mostra que a responsabilidade pelo nosso futuro vem de nós”.

DETENTOS. Alguns detentos, que formam um grupo teatral dentro da penitenciária Desembargador Adriano Marrey, em Guarulhos, na Grande São Paulo, viraram atores no filme. Segundo o diretor, eles foram preparados para atuar no longa. “Eles já conheciam a técnica, mas foram lapidados por preparadores de elenco e fizeram um ótimo trabalho. Queríamos dar mais veracidade e ação à história”, conta. Eles interpretaram traficantes, ex-detentos e até policiais. “Aprendi muito, e a convivência foi ótima na penitenciária”, completa.

Outras estreias

Quem acompanha o cinema argentino e um de seus principais símbolos, o ator Ricardo Darín, não deve perder a estreia de “Amorosa Soledad”, exibido pelo Cine104. Outro destaque entre os lançamentos da semana é o longa “O Último Concerto”, que traz no elenco nomes do cacife de Catherine Keener, Christopher Walken e Philip Seymour Hoffman - falecido em 2013. Para as crianças, a boa notícia é

“A Lenda de Oz”, uma coprodução entre EUA e Índia que revisita a conhecida trajetória de Dorothy, o Espantalho, o Leão e o Homem de Lata. Entre os nacionais, o drama paulistano “Riocorrente”, de Paulo Sacramento, é a novidade da semana.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave