Associação de médicos divulga carta de apoio a Aécio Neves

Classe entrou em conflito aberto com o governo Dilma Rousseff (PT) após a criação do programa Mais Médicos

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A Associação Médica Brasileira (AMB ) divulgou nesta quarta-feira (15) uma carta de apoio à candidatura presidencial do tucano Aécio Neves, argumentando que o atual governo petista sucateou a saúde e desrespeitou o exercício da medicina.

A classe médica entrou em conflito aberto com o governo Dilma Rousseff (PT) após a criação do programa Mais Médicos, no fim do ano passado, que trouxe médicos cubanos para atuar no Brasil sem necessidade de fazer exame de revalidação do diploma. O governo, porém, argumenta que os cubanos vieram apenas para preencher vagas que os brasileiros não quiseram.

"Indignados com o desrespeito e a vulgarização do exercício da medicina por parte de gestores de saúde, nós entendemos que o momento atual não mais comporta omissões e fraquezas", diz trecho da carta.

A íntegra abaixo:

"Carta de apoio ao candidato Aécio Neves

A Associação Médica Brasileira, aqui representada pelo seu Conselho de Defesa Profissional, consoante aos seus fundamentos e ideais democráticos e éticos, vem a público convocar a população brasileira em geral e a comunidade médica, em particular, a se manifestarem politicamente neste importante momento no Brasil: a eleição presidencial dia 26 de outubro de 2014. 

Conscientes de nossas responsabilidades perante o desmando, abandono e sucateamento da saúde em nosso país, consternados pelo alto grau de desassistência e desumanidade a que nossos pacientes são submetidos diariamente, nos mais variados serviços e rincões de nossa sociedade. Indignados com o desrespeito e a vulgarização do exercício da medicina por parte de gestores de saúde, nós entendemos que o momento atual não mais comporta omissões e fraquezas

Urge mudarmos todos estas mazelas e descasos, frutos de um ideário político-partidário que nunca teve, na sua essência, a legítima e real preocupação com a saúde no Brasil.

Para tal, soberana e democraticamente, precisamos retirar do poder aqueles que não se preocuparam com os anseios e necessidades da população, em prol da saúde brasileira.

Neste momento, convidamos todos os médicos, profissionais de saúde e o povo brasileiro, de forma coerente e consciente, que também concordam com este ideal, a votar em quem verdadeira e declaradamente poderá trazer de volta o respeito e a dignidade para a saúde pela qual tanto lutamos e necessitamos.

Conclamamos todos a votar em Aécio Neves (45) para presidente do Brasil, a fim de que possamos trabalhar juntos, orgulhosos e confiantes, podendo proporcionar melhor saúde e assistência aos nossos pacientes.

Esperançosamente caminhemos no dia 26 de outubro à vitória!

Associação Médica Brasileira

Comissão de Defesa Profissional"

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave