Com belo gol de Ganso, São Paulo vence e avança na Sul-Americana

Com o resultado agregado de 4 a 2, o time garantiu passagem às quartas de final da competição

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

O São Paulo foi a Talcahuano, cidade a 500 km ao sul de Santiago, e venceu o Huachipato por 3 a 2, diante de 9.123 torcedores no estádio CAP. Com o resultado agregado de 4 a 2, o time garantiu passagem às quartas de final da Copa Sul-americana e agora enfrenta o vencedor de Goiás e Emelec. O primeiro gol são-paulino foi marcado por Michel Bastos, logo aos 9 minutos de jogo. Vilches marcou empatou, aos 20 minutos. A torcida ainda comemorava quando, aos 22 minutos, Paulo Henrique Ganso, mesmo fora da área e sem deixar a bola cair, completou cruzamento de Alan Kardec, marcou um belo gol e deu números finais ao confronto. Na segunda etapa o Huachipato ainda conseguiu descontar com Sagal, aos 43. Couba a Boschilia dar números finais, aos 45 mininutos, após receber passe de Michel Bastos, fintar o zagueiro e bater de fora da área para bater o goleiro Jimenez. O São Paulo ainda teve o volante Denílson expulso de campo ainda primeiro tempo. O jogador já tinha cartão amarelo, fez falta no meio campo e recebeu o vermelho do árbitro Gustavo Arias. A equipe são-paulina retorna ao Brasil na quinta-feira (16) e começa a preparação para o duelo contra o Bahia, pela 29ª rodada do Brasileiro, no sábado, às 18h30, no Morumbi. O Huachipato volta a campo pelo campeonato chileno no domingo, novamente em casa, contra o Audax Italiano. O JOGO O duelo começou em ritmo acelerado, com o time da casa tentando fazer logo o primeiro gol. A primeira chegada com perigo foi logo aos 5 minutos, em descida de Espinoza pela esquerda e defesa de Rogério Ceni. No minuto seguinte o São Paulo respondeu com Ganso, que pegou sobra de contra-ataque puxado por Pato e tentou encobrir o goleiro Jimenez, mas a bola foi desviada para escanteio. Em rápido contra-ataque o time brasileiro abriu o placar, aos 9 minutos. Ganso e Pato trocaram passes na intermediária e o camisa 11 finalizou forte da entrada da área. O goleiro Jimenez fez a defesa parcial, mas, na sobra, Michel Bastos bateu firme para abrir o placar. O empate chileno aconteceu em falha da defesa do São Paulo. Aos 20 minutos, a zaga afastou mal, a bola foi alçada na área e Vilches, sem marcação, finalizou colocado no canto esquerdo. A torcida ainda comemorava o empate quando o São Paulo chegou ao segundo gol. Alan Kardec puxou contra-ataque pela esquerda e cruzou para Paulo Henrique Ganso na entrada da área. Sem deixar a bola cair, o camisa 10 bateu colocado no canto esquerdo, sem chances para Jimenez. Ganso ainda teve a chance de ampliar no final da primeira etapa. Michel Bastos puxou contra-ataque pela direita e lançou Ganso na área, mas o chute subiu demais. Mesmo precisando virar o jogo, o Huachipato encontrou dificuldades para chegar ao gole de Rogério na segunda etapa. Aos 18 minutos, Vejar desceu pela esquerda e cruzou rasteiro para trás. Carlos Espinoza chutou forte de pé esquerdo e a bola explodiu no travessão. O São Paulo ainda teve chance de ampliar com Ganso, aos 40 minutos. O meia recebeu passe de Lucão e tentou encobrir o goleiro Jimenez, mas a bola subiu demais. Aos 43 mininutos, Sagal pegou sobra de bola na área e finalizou cruzado. Rogério só olhou o chute estufar as redes. No último minuto, Boschilia recebeu passe de Michel Bastos, fintou o zagueiro chileno e bateu colocado no canto direito de Jimenez para dar números finais ao confronto. HUACHIPATO 2 x 3 SÃO PAULO HUACHIPATO Jiménez; González (Rodríguez), Muñoz, Merlo e Véjar; Arrué, Povea (C. Espinosa), Ezquerra (Sanchez) e Sagal; Juan Espinoza e Vilches Técnico: Mario Salas SÃO PAULO Rogério Ceni; Paulo Miranda, Antônio Carlos, Edson Silva e Álvaro Pereira; Denilson, Hudson, Michel Bastos e Ganso (Boschilia); Pato (Osvaldo)(Lucão) e Alan Kardec T.: Muricy Ramalho Local: Estádio CAP, em Talcahuano Gols: Michel Bastos, aos 9, Vilches, aos 20, e Ganso, aos 22min do 1º tempo; Sagal, aos 42, e Boschilia, aos 44min do 2º tempo Árbitro: Antonio Arias (Paraguai) Cartões amarelos: J. Espinoza (H), Denilson, Michel Bastos e Alan Kardec (S) Cartão vermelho: Denilson (S)

Leia tudo sobre: São PauloHuachipatoSul-Americanafutebolcompetição