O TEMPO é finalista do prêmio mais importante do jornalismo nacional

Série de reportagens sobre o mineroduto está entre os selecionados da mais reconhecida premiação na área jornalística no país

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Reclamações dos moradores. 
Construção do mineroduto trouxe vários impactos sociais e ambientais pelas 32 cidades cortadas por ele
MARIELA GUIMARAES / O TEMPO
Reclamações dos moradores. Construção do mineroduto trouxe vários impactos sociais e ambientais pelas 32 cidades cortadas por ele

O TEMPO é finalista do mais importante prêmio de jornalismo brasileiro: o Esso. A série de reportagens "Um Mineroduto que Passou em Minha Vida", assinada pelas repórteres Ana Paula Pedrosa e Queila Ariadne, com fotografias de Mariela Guimarães, foi publicada em março deste ano.

O material retrata um rastro de destruição deixado pelos 525 km do maior mineroduto do mundo, que a britânica Anglo American está construindo de Conceição do Mato Dentro, região Central de Minas, até o São João da Barra, no Rio de Janeiro, onde está se sendo instalado o Porto de Açu.

Além do Esso, a série também é finalista da 21ª edição do Prêmio CNT de Jornalismo, que divulgará os vencedores em novembro, e do Prêmio Allianz de Seguros de Jornalismo, que  divulga seu resultado nos próximos dias.

O Prêmio Esso de Jornalismo é a mais reconhecida premiação na área jornalística no país. Participaram da seleção dos trabalhos 34 jurados, que avaliaram 1.047 reportagens. Os vencedores serão conhecidos no próximo dia 15.

"Ser finalista do prêmio Esso é uma alegria sem tamanho. Contar a história por trás do maior mineroduto do mundo foi um desafio enorme e é muito bom receber esse reconhecimento", diz Ana Paula Pedrosa. 

Para acessar o hotsite, clique aqui. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave