Confiança do empresário industrial tem pior resultado da série

De acordo com a CNI, a falta de confiança é generalizada em todos os portes e segmentos de empresas

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) caiu 0,7 ponto em outubro em relação a setembro, ao atingir 45,8 pontos. Esse foi o menor indicador da série histórica, que começou em 1999, de acordo com pesquisa divulgada nesta quarta-feira (15), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Esse é o sétimo mês consecutivo em que o índice fica abaixo da linha divisória dos 50 pontos. Os indicadores da pesquisa variam de 0 a 100 pontos. Abaixo de 50 pontos indicam falta de confiança.

De acordo com a CNI, a falta de confiança é generalizada em todos os portes e segmentos de empresas. As indústrias de médio porte registraram a menor confiança, com 44,3 pontos, seguidas pelas de pequeno porte, com 45,9 pontos. O indicador das grandes indústrias ficou em 46,5 pontos.

A indústria de transformação teve o menor índice, com 45,1 pontos - queda de 0,7 ponto ante setembro. A indústria da construção, que registrou 46,5 pontos, teve recuo de 0,6 ponto no indicador no período. Já a indústria extrativa, cujo índice ficou em 48,1 pontos neste mês, teve a maior redução frente a setembro: 2,5 pontos.

A pesquisa foi feita entre 1º e 10 de outubro com 2.662 empresas de todo o país, das quais 1.019 são de pequeno porte, 992 são de médio porte e 651, de grande porte.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave