Retrospecto amplamente favorável aumenta confiança celeste

O Cruzeiro já enfrentou o ABC-RN por três vezes na Copa do Brasil, tendo vencido duas e empatado uma

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Egídio será submetido a exames e pode ser problema para importante compromisso com o Internacional
Washington Alves/Textual
Egídio será submetido a exames e pode ser problema para importante compromisso com o Internacional

Em Natal, o Cruzeiro tentará, nesta quarta-feira, às 22h, voltar a uma semifinal da Copa do Brasil, o que não ocorre desde 2005. E, ao seu lado, o time celeste tem, além da vantagem de poder empatar o jogo contra o ABC-RN para se classificar, o retrospecto. Pela Copa do Brasil, a equipe estrelada já enfrentou o adversário por três oportunidades e nunca perdeu. Foram duas vitórias cruzeirenses (1991 e 2014) e um empate com os potiguares (1991). A Raposa marcou seis gols e levou um.

No histórico geral, o favoritismo permanece. Em seis jogos - um pelo Campeonato Nacional (1978), dois pela Copa Brasil (1977 e 1978) e três duelos pela Copa do Brasil (1991 e 2014), são quatro vitórias e dois empates. O time celeste marcou doze vezes e teve a rede estufada pelos potiguares quatro vezes.

Dentre esses confrontos, quatro foram disputados no Rio Grande do Norte, sendo duas vitórias celestes e dois empates. Saldo de sete gols cruzeirenses contra quatro do ABC.

Já os dois duelos entre Cruzeiro e ABC no Mineirão também foram favoráveis à Raposa. O Cruzeiro venceu nas duas oportunidades, marcando cinco gols e não sofrendo nenhum dentro dos seus domínios.  

Leia tudo sobre: cruzeiroabc-rnretrospectomineiraonatalcopa do brasil