Mantega não descarta aumento da gasolina ainda este ano

Tema de acusações de ambos os lados, o preço da gasolina é um dos pontos usado pelas campanhas de PT e PSDB para questionar as políticas econômicas adversárias

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Elza Fiuza/Agência Brasil
undefined

O Ministro da Fazenda Guido Mantega disse nesta quarta-feira (15), que o preço da gasolina pode ser reajustado, embora tenha destacado que cabe a Petrobras decidir pelo aumento. O preço da gasolina vem sendo palco de uma disputa entre os economistas das campanhas de Dilma e Aécio.

Desde o início da campanha eleitoral, Armínio Fraga, indicado como futuro Ministro da Fazenda em caso de vitória de Aécio Neves, vinha fazendo críticas a política atual, que  segundo ele represa o preço do combustível, impedindo que o aumento seja realizado e diminuindo a receita da Petrobras.

Nas últimas semanas, Mantega vem indicando que o aumento pode acontecer ainda este ano. Analistas acreditam que o aumento deve acontecer após o segundo turno, para evitar que o aumento tire votos de Dilma.

Até o momento Fraga tem evitado se posicionar claramente sobre o tema e dizer se o custo deve ser repassado para o consumidor, mas analisa que preço atual da gasolina vem complicando a situação econômica da Petrobras. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave