Avacoelhada

iG Minas Gerais |

A entrada do Adalberto no time titular coincidiu com o anúncio da irregularidade do Eduardo. A divulgação dessa falha administrativa prejudicou bastante o trabalho técnico do gerente de futebol Flávio Lopes. O América caiu tanto de rendimento com esse erro extra-campo que até o treinador Moacir Júnior foi dispensado. Além da queda coletiva de desempenho, Adalberto jogou improvisado de lateral e de quarto-zagueiro. Ainda enfrentou adversários qualificados: Ceará, fora de casa, e Vasco. A performance do defensor começou a melhorar depois da recuperação dos 15 pontos no tribunal e a sequência de jogos ao lado do Vitor Hugo. Adalberto tem se destacado pelas rebatidas e antecipações. Poderá se tornar o xerifão da defesa americana, caso continue a evolução. Renato Santos, de terceiro zagueiro, é opção para aumentar a segurança defensiva.

A voz da Massa Saudações alvinegras! Eu não sei quanto a você, amigo atleticano, mas eu estou bastante confiante de que o Galo faz hoje a tão necessária diferença em cima do Corinthians, passa de fase e segue firme na busca do título da Copa do Brasil. E esta minha confiança se baseia no bom futebol apresentado pelo nosso time atualmente. Assim que acabou o jogo de ida contra os paulistas, quando o Galo foi derrotado, eu disse aqui que ainda estava tudo em aberto e o Galo tinha futebol suficiente para superar a frente que o time paulista (com a ajuda da arbitragem) abriu. E reafirmo isto. Mas é como eu disse também, hoje tem que ter espírito e coração de Libertadores. Tenho certeza de que aquela sintonia entre time e torcida que tanto dá resultado vai voltar a funcionar hoje, e os “mano” vão sentir o terror que é enfrentar o Galo em casa. Vai pra cima deles, Galo!!!

A voz Celeste Saudações celestes, nação azul. Hoje temos copa do Brasil, competição em que temos extrema tradição, torneio em que somos tetracampeões. Isso é ser grande, entrar em torneios dos quais seus adversários olham para sua camisa e entendem o tamanho do desafio. Estou confiante na classificação, porém, concordo que não é fácil enfrentar as equipes nordestinas em seus campos, a torcida lota o campo e faz festa o tempo todo. Precisamos ficar atentos. Vejo muita vantagem a nosso favor na Arena das Dunas, estádio padrão Fifa, com gramado baixo, onde podemos colocar nossa proposta de jogo e impor nosso toque de bola envolvente. Nosso único revés é a ausência de Marquinhos, que já atuou pelo Paraná na competição e não poderá defender o manto celeste. Hoje retomaremos nosso brilhante futebol, basta o Cruzeiro jogar como sempre jogou que será tranquilo!

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave