Termômetros marcam 36º C e BH bate novo recorde de temperatura

A umidade do ar chegou a 12%, índice que acentua a sensação de desconforto e que, para a OMS, representa uma situação de alerta; não há previsão de chuva para esta semana

iG Minas Gerais | Bruna Carmona |

undefined

Belo Horizonte registrou um novo recorde de temperatura nesta terça-feira (14): às 15h, os termômetros marcaram 36º C na região da Pampulha, segundo o meteorologista Heriberto dos Anjos, do Instituto TempoClima PUC Minas. A umidade do ar chegou a 12%, índice que acentua a sensação de desconforto e, para os padrões da Organização Mundial de Saúde (OMS), representa uma situação de alerta para o ar seco. O forte calor que tem atingido todo Estado nos últimos dias é proveniente de uma massa de ar seco que está sobre Minas Gerais.

De acordo com Heriberto dos Anjos, não há previsão de chuva pelo menos até a próxima segunda-feira (20), no entanto, a partir desta quinta (16), as temperaturas devem cair um pouco Grande BH, ficando em torno de 32º C. Ainda de acordo com o meteorologista, a previsão de temperatura mínima na capital nesta madrugada é em torno de 22º C, o que pode aumentar a sensação de desconforto causada pelo calor na hora de dormir.

No interior

O recorde de calor no Estado na tarde desta terça-feira foi registrado em Ituiutaba, no Triângulo Mineiro, onde os termômetros marcaram 39º C e a sensação térmica chegou a 40º C.

Em Juiz de Fora, na Zona da Mata, a temperatura chegou aos 35º C, mas quem vive na cidade pode ter um refresco já nesta quarta-feira (15). De acordo com Heriberto dos Anjos, há previsão de pancadas de chuva isoladas para a Zona da Mata e para a região Sul do Estado, devido a uma massa de ar frio que passará pelo litoral do Sudeste.

Leia tudo sobre: calorrecordetemperaturachuva