Bispos pedem que Igreja lembre dos fiéis ao Evangelho

O Vaticano divulgou uma nota nesta terça-feira (14) relatando as sugestões pedidas por religiosos sobre um documento divulgado na segunda (13) a respeito dos gays

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Durante sermão, papa  disse que ‘todos somos pecadores’
Uncredited
Durante sermão, papa disse que ‘todos somos pecadores’

O Vaticano divulgou uma nota nesta terça-feira (14) relatando as sugestões pedidas por religiosos sobre um documento divulgado na segunda (13) a respeito dos gays.

O documento preliminar "relatio", que resume as discussões da Assembleia Geral do Sínodo (encontro de bispos), ressaltou as qualidades dos homossexuais e disse que a Igreja deve aceitar a orientação sexual.

A nota divulgada nesta terça diz que, embora a Igreja deva dar boas-vindas àqueles com dificuldades, também precisa falar mais amplamente sobre as famílias que se mantêm fiéis aos ensinamentos do Evangelho, agradecendo-as e encorajando-as.

Em relação aos homossexuais, os ajustes seriam necessários para que "a impressão de uma avaliação positiva dessa tendência por parte da Igreja não seja criada". O mesmo vale para os casamentos fora da igreja.

Segundo a nota, as reflexões adicionais foram sugeridas para que o documento reúna os vários pontos de vista expressados na Assembleia. A nota ressalta também que a palavra "pecado" aparece poucas vezes no texto. E pede mais ênfase na importância da mulher e do batismo, por exemplo.

A secretaria-geral do sínodo disse que o documento não tem a importância que está sendo dada a ele —é apenas um registro preliminar.

O "relatio" é um resumo dos debates da primeira semana de sínodo e agora será discutido em grupos menores de religiosos. A conclusão dessas discussões será apresentada na quinta (16).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave