Estiagem deve comprometer ganhos do horário de verão neste ano

O horário de verão deste ano, que começa à 0h do próximo domingo (19), deve representar uma economia menor do que no ano passado

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

HORÁRIO DE VERÃO
Alex de Jesus
HORÁRIO DE VERÃO

 O horário de verão deste ano, que começa à 0h do próximo domingo (19), deve representar uma economia menor do que no ano passado, em função da forte estiagem, informou nesta terça-feira (14) o secretário de Energia Elétrica, Ildo Grüdtner.

Com os reservatórios das hidrelétricas em baixa, mais térmicas tiveram de ser acionadas esse ano, fonte mais cara e poluente de energia. Segundo Grüdtner, a expectativa de redução do uso de térmicas por causa do horário de verão vai representar uma economia de R$ 278 milhões.

No horário de verão passado, o governo calculou uma economia de R$ 405 milhões só com redução da compra de energia de térmicas. "É porque, efetivamente, dada a situação hidrológica desse ano, estamos com despacho de térmicas maior, consequentemente o que eu reduziria seria um pouco menor", disse o secretário.

Redução

Segundo Grüdtner, a redução no consumo de energia no horário de pico vai poupar 0,4% do armazenamento das hidrelétricas no Sudeste, que passam por uma forte crise de abastecimento, e 1,1% dos reservatórios no Sul.

No Brasil, o governo estima uma redução de 4,5% na demanda de energia no horário de pico, ou seja, 2.596 MW. O governo também estima uma economia de R$ 4,5 bilhões, referentes aos investimentos que deixam de ser necessários para a construção de usinas térmicas para atender a demanda puxada do horário de pico.

Relógio

À meia noite do sábado para o domingo (19), os brasileiros que vivem no Sul, Sudeste, Centro-Oeste deverão adiantar seus relógios em uma hora. Pela lei, o horário deve terminar no terceiro domingo de fevereiro, mas como ele vai coincidir com o carnaval no próximo ano, o horário terá vigência de mais uma semana, até 21 de fevereiro de 2015.

Segundo o Ministério de Minas e Energia, o adiantamento do horário convencional em uma hora reduz o carregamento elétrico dos sistemas de transmissão e das redes de distribuição de energia elétrica nos horários de pico do consumo -entre 18h e 21h. O objetivo do horário de verão é aproveitar a maior luminosidade do dia nesse período para utilizar a energia elétrica de forma mais eficiente.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave