Falta de confiança motiva desinteresse

iG Minas Gerais |

Sheryl Sandberg, do Facebook, defesa da presença das mulheres
Andy Wong
Sheryl Sandberg, do Facebook, defesa da presença das mulheres

São Paulo. A falta de confiança das mulheres e o medo de assumirem posições de liderança são outros motivos para o desinteresse feminino pela tecnologia. “Quando um garoto se afirma, é chamado de líder. Quando uma garota faz o mesmo é chamada de mandona”, disse a diretora de operações do Facebook, Sheryl Sandberg, ao lançar um movimento contra o uso da palavra “mandona”.

Sheryl se tornou uma das mulheres mais bem-sucedidas e admiradas na tecnologia, e sua história é até retratada numa revista em quadrinhos vendida no iTunes.

A engenheira de software do Google Carolina Matsubara admite que esse tipo de insegurança existe. Ela diz que não teria se candidatado a uma vaga na empresa se não fosse pela insistência de um amigo. “Não tinha muita confiança. Achava que não era meu perfil trabalhar com tecnologia de ponta e parecia um trabalho muito difícil. Mulher tem esse problema de autoestima”, diz ela, que trabalha na empresa há cerca de dois anos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave