Tarso Genro diz que piso do magistério ‘está encaminhado’

iG Minas Gerais |

Candidato do PT afirmou que recursos do pré-sal podem pagar piso
CACO ARGEMI/UPPRS
Candidato do PT afirmou que recursos do pré-sal podem pagar piso

Porto Alegre. Em entrevista à Rádio Gaúcha na manhã de ontem, o candidato à reeleição ao governo do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), reafirmou sua esperança em antecipar os recursos do pré-sal por meio da redução de pagamento da dívida do Estado com a União para o pagamento do piso nacional do magistério com reajuste do Fundeb. “Essa questão do piso está bem encaminhada. Conseguimos dar o maior aumento da história do magistério. Pretendo aguardar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Se for mantido o piso do Fundeb, será pago só com recursos do pré-sal. Senão, vamos continuar o cronograma que instituímos, que vai nos permitir chegar ao piso”, afirmou o governador. “Quando chegamos ao governo, o Rio Grande do Sul era o 11° em termos de educação básica. Uma situação grave e humilhante. Graças ao nosso trabalho de reestruturação e programas junto com o governo federal, fomos para o segundo lugar no Ideb. O Estado não pode fazer uma desfeita do que construiu”, ressaltou. Em relação à renegociação dos valores devidos, o candidato do PT disse que confia “no governo e na oposição” para que o projeto de redução dos juros seja aprovado. “A todos interessa esse projeto de lei. Eu confio na palavra do governo e da oposição. Temos confiança de que podemos sair dessa situação”, disse. Em relação à segurança pública, Tarso destacou o esvaziamento do Presídio Central, a reestruturação das polícias no Estado e o aumento para os servidores. Além disso, o petista enalteceu os avanços na saúde obtidos em seu governo e as obras realizadas em estradas assumidas pela Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave