Estado confirma caso de infecção por febre chikungunya em Matozinhos

Vítima é uma mulher de aproximadamente 40 anos, que vive em Matozinhos, na região Central do Estado

iG Minas Gerais | Bruna Carmona/Aline Diniz |

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) confirmou primeiro caso de infecção por febre Chikungunya, doença similar à dengue porém com menor mortalidade e sintomas mais duradouros e intensos, em Matozinhos, na região Central do Estado. A vítima é uma mulher de aproximadamente 40 anos, que não está internada. Segundo fontes que falaram à reportagem de O TEMPO, a mulher sentiu-se mal e procurou um hospital da rede privada. Desconfiados de que ela apresentava sintomas da febre Chikungunya, os médicos entraram em contato com as autoridades. 

A Secretaria Municipal de Saúde de Matozinhos foi procurada para falar sobre o caso, mas os responsáveis pelo caso estão em reunião com integrantes da Secretaria de Estado de Saúde. A SES-MG convocou uma coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira (13), para passar mais detalhes sobre os casos de suspeita da doença no Estado.

Em Belo Horizonte, uma mulher de 59 anos, moradora da região Leste, aguarda os resultados dos exames colhidos pela Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), na última quinta-feira (9), para confirmar ou descartar a suspeita. Em entrevista para O TEMPO, a paciente, que pediu para não ser identificada, acredita que contraiu a doença em uma viagem à Colômbia, país com alto número de casos.

A doença

A febre chikungunya é uma doença similar à dengue, porém com menor mortalidade e sintomas mais duradouros e intensos. Ela também é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, e vem crescendo em número de ocorrências no país. Já são 214 casos, a maioria deles na Bahia.

 

Leia tudo sobre: chikungunyafebredengueaedes aegypti