General Motors vai compensar 52 pessoas por acidentes

Pelo menos 27 pessoas morreram e outras 25 foram gravemente feridas em acidentes envolvendo carros da General Motors com defeitos nos interruptores de ignição

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Pelo menos 27 pessoas morreram e outras 25 foram gravemente feridas em acidentes envolvendo carros da General Motors com defeitos nos interruptores de ignição. Os números foram informados pelo advogado Kenneth Feinberg, contratado pela GM para compensar as vítimas.

Feinberg afirmou que recebeu 178 relatos de mortes desde agosto. Desses, 27 foram classificados como passíveis de receberem pagamentos de compensação. No caso de ferimentos, 25 das 1.193 queixas receberam ofertas de compensação. Feinberg vai aceitar queixas até 31 de dezembro.

A General Motors sabia das falhas na ignição dos veículos do modelo Chevrolet Cobalt e de outros carros menores por mais de uma década, mas não anunciaram um recall até fevereiro deste ano. Os interruptores de ignição podem sair da posição "ligado", o que desliga a direção elétrica dos carros e o acionamento dos air bags. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave