Segredo é evitar a rotina e compartilhar

A estudante do 3º ano do ensino médio Bianca Martins, 16, que já participou do evento, não esquece o desafio da primeira apresentação

iG Minas Gerais | Bernardo Almeida |

A fórmula de sucesso do projeto Noite Romântica está no fato de o professor sair do convencional e colocar os alunos como “protagonistas” da aula, segundo especialistas em educação. Eles defendem que estratégias como essas, consideradas inovadoras, sejam perpetuadas em escolas públicas e privadas.  

Professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Ângela Dalben acredita que o Noite Romântica evidencia que o conhecimento está por toda parte, não só na sala de aula. Segundo ela, a iniciativa ajuda a formar a personalidade dos jovens. “Eles desenvolvem confiança e melhoram a autoestima”.

A estudante do 3º ano do ensino médio Bianca Martins, 16, que já participou do evento, não esquece o desafio da primeira apresentação. “Em 2013, eu subi no palco, vi aquele tanto de gente e pensei: ‘Meu Deus!’. Mas fechei os olhos e cantei, e todos aplaudiram. Foi uma experiência diferente”, relatou. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave