Criciúma derrota Santos por 3 a 0 e sobe para 18º lugar

Foi a terceira vitória do time catarinense contra a equipe paulista, que segue com nove vitórias sobre o adversário

iG Minas Gerais | Agência Estado |

Amargando a última posição do Campeonato Brasileiro até antes do início do jogo, o Criciúma conseguiu fôlego e derrotou o Santos por 3 a 0, neste domingo, no estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC), pela 28.ª rodada. Foi a terceira vitória do time catarinense contra a equipe paulista, que segue com nove vitórias sobre o adversário.

Com o resultado, o Criciúma subiu para a 18.ª posição na tabela de classificação, com 30 pontos, enquanto que a equipe santista se manteve em 7º lugar, com 42, sem conseguir avançar na caça ao G4 do torneio.

O próximo desafio do Criciúma no Brasileirão será contra o Fluminense, no sábado, às 18h30, no estádio do Maracanã, no Rio. O jogo será válido pela 29.ª rodada. O time catarinense, contudo estará desfalcado de Cleber Santana, que estava pendurado e levou cartão amarelo após falta dura em Leandrinho no início da partida. Já o Santos enfrenta o Palmeiras no domingo, às 16 horas, no estádio do Pacaembu. A equipe paulista também terá um desfalque: Cicinho, que estava pendurado e levou cartão amarelo no fim do primeiro tempo, após cometer falta no goleiro Bruno.

O JOGO - O Criciúma começou o jogo pressionando o Santos, que, apesar de ter tido a maior posse de bola durante o primeiro tempo, falhou algumas vezes no sistema de defesa. Com pouco mais de um minuto, o time catarinense quase abriu o placar, quando Souza tocou para Bruno, que invadiu a área e chutou, mas o goleiro Vladimir defendeu.

O primeiro gol da partida só apareceu aos 16 minutos. Após o atacante Lucca cobrar escanteio, Joílson conseguiu se antecipar bem e mandar a bola para o fundo da rede. Foi o primeiro gol do zagueiro com a camisa do time catarinense.

O Santos até tentou reagir e quase conseguiu o empate aos 20 minutos, quando Lucas Lima cobrou bem o escanteio e David Braz chutou, mas a bola passou raspando na trave. O Criciúma reagiu logo em seguida e conseguiu ampliar o placar aos 22. Rodrigo Souza recebeu bom cruzamento de Lucca e, livre de marcação, marcou o segundo gol da equipe.

Com o Criciúma na frente, o time paulista até tentou furar a defesa da equipe catarinense, que se fechou para evitar a reação santista, mas não conseguiu finalizar nenhuma tentativa, terminando a primeira parte do jogo em desvantagem.

O segundo tempo começou com o Santos tentando correr atrás do prejuízo. O time saiu jogando, mas não achava espaço para avançar ou, quando chegava à área, era interceptado pela zaga do Criciúma. A equipe catarinense, porém, voltou a pressionar novamente e, aos 15 minutos, marcou o terceiro gol da partida. Após dar bons passes na primeira etapa, Lucca fez o dele ao aproveitar o rebote de Vladimir, após bate-rebate na área, e mandar a bola para o fundo da rede. Logo após o gol, o atacante foi substituído por Ricardinho, saindo do campo ovacionado pela torcida.

O Santos quase conseguiu diminuir a desvantagem. Aos 27 minutos, Geuvânio ficou cara a cara com Bruno, mas errou o drible e precisou tocar a bola. Lucas Lima recebeu e passou para Arouca, que arriscou da entrada da área, mas o goleiro do Criciúma defendeu.

Faltando menos de 10 minutos para o fim da partida, o time ameaçou em outras três oportunidades, mas não conseguiu furar o gol adversário em nenhuma delas. O técnico Enderson Moreira ainda tentou uma substituição de última hora, mas seguiu até o final do jogo sem conseguir marcar o gol de honra.

Leia tudo sobre: Criciumacampeonato brasileirofutebol