Participantes são 30 vezes mais

iG Minas Gerais |

Outro projeto da Prefeitura de Belo Horizonte que tem o objetivo de encorajar hábitos saudáveis é a Academia da Cidade. Atualmente com 63 pontos espalhados por todas as regionais da capital, o projeto oferece exercícios gratuitos e monitorados. O programa conta com 175 profissionais. O número de alunos inscritos no projeto em 2014 já é 30 vezes maior do que em 2008. Em seis anos, o número saltou de 812 para 24,5 mil pessoas cadastradas.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, as aulas seguem planejamento trimestral e os exercícios são feitos com steps, colchonetes, bastões, arcos, pesos alternativos (construídos com garrafas pet e areia), caneleiras e cordas.

Antes de iniciar as atividades, os usuários são submetidos a uma avaliação física e respondem a um questionário. Além disso, é feita a aferição da pressão arterial e a avaliação da frequência cardíaca, do peso, da altura, de medidas de circunferência e percentual de gordura.

Conforme a pasta, há para 2015 a previsão de inauguração de mais 15 academias, com mais 30 profissionais.

As Academias da Cidade também contam com projetos próprios para estimular ainda mais os frequentadores. Na academia da Vila Leonina, na região Oeste, acontece uma ação intitulada O Grande Perdedor, que incentiva a perda de peso. Incentivo.

O educador físico Bruno César Saldanha, do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), é o responsável pela iniciativa. “Nós incentivamos os participantes a fazer exercícios fora da academia para a evolução ser maior. Até mesmo quem perde a competição acaba ganhando em saúde”, disse. Os vencedores da ação ganham prêmios como aparelhos de TV e até dinheiro. (AD)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave