Aliados polêmicos atrapalham

iG Minas Gerais |

Apoio do polêmico Levy Fidelix pode prejudicar presidenciável
WILSON DIAS-ABR
Apoio do polêmico Levy Fidelix pode prejudicar presidenciável

Se a declaração de apoio e a presença de alguns políticos no palanque são disputados a tapa, outros podem atrapalhar mais do que ajudar, se o apoiador em questão for uma figura polêmica.

Para o professor da Universidade de Brasília (UnB) David Fleischer, eles trazem mais prejuízos. “O Fidelix, por exemplo, foi extremamente rejeitado. Este tipo de apoio é melhor não ter. Essas pessoas polêmicas mais repelem do que agregam”, explica. Levy Fidelix (PRTB) ainda não divulgou seu apoio.

O deputado federal carioca reeleito Jair Bolsonaro (PP) e os pastores Marco Feliciano (PSC) e Silas Malafaia se enquadram, segundo o professor, nesse quesito. Os três apoiam Aécio Neves.

“Em se tratando de uma figura que tende a afastar o eleitorado, ela deve ser evitada. O eleitor do Bolsonaro, por exemplo, já não vota na Dilma, mas, se o deputado declara apoio ao Aécio, pode afastar os eleitores mais liberais do tucano”, avalia o cientista político da Fundação Getúlio Vargas Claudio Gonçalves Couto.

Bolsonaro, polêmico por suas declarações racistas e homofóbicas, diz que ainda não foi procurado pelo senador. “Voto no Aécio, mas ninguém da assessoria dele me procurou. Se me chamarem, faço propaganda”, afirma Bolsonaro. (TT)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave