Cruzeiro e Galo podem ser membros do 'Clube dos 13 da América'

Principais equipes do Brasil, Argentina e de outros países conversam sobre a possibilidade de criar uma associação que defenda o futebol americano

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Galo sonha com o bicampeonato da Libertadores, enquanto Raposa almeja o tri
Reprodução/Facebook
Galo sonha com o bicampeonato da Libertadores, enquanto Raposa almeja o tri

Para defender os interesses das principais equipes de futebol do continente americano, times do Brasil, Argentina, Chile, Uruguai, México e Estados Unidos se unem para tentar criar em 2015, a  American Club Association (Associação dos Clubes Americanos) . Entre os brasileiros convidados a participar do projeto estão os mineiros Cruzeiro e Atlético.

De acordo com reportagem publicada pela ESPN, sete equipes brasileiras já teriam assinado o termo para a criação da ACA- sigla da associação- e alguns clubes da Argentina, Chile, Uruguai, México e Estados Unidos estariam empolgados com a ideia.

No momento, os principais times paulistas (Corinthians, São Paulo, Santos e Palmeiras) estariam discutindo o código de ética da futura associação, além de estar estipulando um teto salarial a ser cumprido, que será apresentado aos demais envolvidos.

Segundo a ESPN, já foram realizados pelo menos cinco encontros entre os presidentes dos principais times brasileiros, incluindo Cruzeiro e Atlético. E de acordo com a reportagem, no ano passado, foi realizada no CT Joaquim Grava do Corinthians, uma reunião entre os times do Brasil e dos outros países interessados.

Para que a ideia saia do papel, é necessário a criação das ACA's de cada país. No Brasil, 12 times formariam o grupo dos fundadores, porém outras equipes também podem integrar a entidade, desde que sejam aprovadas por um Conselho de Administração formado por um integrante de cada clube. A proposta inicial prevê a sede da ACA brasileira em São Paulo.

Ainda, os clubes foram definidos de acordo com número de torcida e histórico de conquistas. Equipes de outros países como do Paraguai, Venezuela, Colômbia poderiam participar como convidados, mas não como fundadores.

Modelo inspirado europeus

A entidade americana se inspira na ECA (Associação dos Clubes Europeus), fundada por 16 equipes e que tem sede na Suíça. A associação europeia defende os interesses dos times como Real Madrid (ESP), Barcelona(ESP), Milan(ITA), Juventus(ITA), Lyon(FRA), Manchester United (ING), Chelsea(ING), Bayern de Munique (ALE), entre outros.

Fundada para substituir o G14 e o Fórum Europeu de Clubes – dissolvidos em 2008- a entidade conta atualmente com 214 times, sendo 105 membros ordinários e 109 associados, que pertencem a pelo menos uma das 53 federações filiadas à UEFA, entidade máxima do futebol europeu. A ECA tem como presidente o ex-jogador e ídolo alemão Karl-Heinz Rummenigge.

Confira a lista dos clubes convidados a participar:

Brasil: Corinthians, Santos, São Paulo, Palmeiras, Flamengo, Fluminense, Botafogo, Vasco da Gama, Grêmio, Internacional, Atlético e Cruzeiro

Argentina: Boca Juniors, River Plate, Independiente, Racing Club, San Lorenzo, Estudiantes, Lanús, Newells Old Boys, Velez Sársfield e Arsenal

Uruguai: Peñarol, Nacional e Danubio

Chile: Colo-Colo, Universidad de Chile e Universidad Católica

México: América, Cruz Azul, Chivas e Monterrey

Estados Unidos: DC United, L.A. Galaxy, Colorado Rapids, Chicago Fire e Houston Dynamo

Leia tudo sobre: cruzeiroatleticoclube dos 13clubes brasilchileestados unidosargentinamexico