Abastecimento volta ao normal

De acordo com a Copasa, a interrupção não programada foi provocada por danos nos cabos de alta tensão, “provavelmente causados por atos de vandalismo, numa tentativa de roubo”

iG Minas Gerais |

Quando a aposentada Sirley Teixeira Souza, que mora no bairro São Cristóvão, na região noroeste de Belo Horizonte, chegou em casa nessa quarta, teve uma surpresa: não saía água no chuveiro. Com o pouco armazenado na caixa d'água, arrumou um balde e tomou banho de caneca. “Tive que esquentar a água para tomar banho e não foi nada bom”, disse.  

A situação repetiu-se em mais de 300 bairros da capital e região metropolitana, onde o abastecimento foi prejudicado devido a problemas que interromperam a produção de água no sistema Rio das Velhas, em Nova Lima, na última quarta-feira. Em nota, a Copasa informou que a manutenção do sistema foi concluída na madrugada desta quinta e que “o abastecimento está sendo normalizado, gradativamente”, e será totalmente restabelecido nesta sexta.

A administradora de vendas Antônia Alves de Almeida, que vive no bairro Jaraguá, na região da Pampulha, precisou paralisar as obras na casa por causa da falta de água, que também foi insuficiente para tomar banho e lavar as louças. “É horrível, recentemente tem faltado água muitas vezes”, diz. Segundo ela, o abastecimento foi interrompido na noite de quarta-feira e começou a voltar na tarde desta quinta.

De acordo com a Copasa, a interrupção não programada foi provocada por danos nos cabos de alta tensão, “provavelmente causados por atos de vandalismo, numa tentativa de roubo”.

Abrangência

Problema. Além da capital, Nova Lima, Raposos, Ribeirão das Neves, Sabará, Santa Luzia e Vespasiano foram afetadas pela falha no sistema Rio das Velhas- o principal da região metropolitana.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave